Destruição em Alegre. Foto: Internauta

Alegre vai decretar situação de emergência após temporal

Alegre vai decretar situação de emergência após temporal

Após o temporal de 30 minutos da última segunda-feira (11) que causou destruição em vários bairros de Alegre, o prefeito José Guilherme Gonçalves Aguilar vai decretar situação de emergência no município. Segundo a prefeitura, os ventos chegaram a uma velocidade máxima de 63,36 km/h.

“É incalculável os prejuízos ocasionados pela chuva de ontem (segunda). Trabalhamos durante todo o dia de hoje (ontem), com diferentes frentes de trabalho para amparar a comunidade alegrense”, disse José Guilherme.

A partir da decretação da situação de emergência, o município poderá pedir recursos ao governo federal para ações de defesa civil a fim de reparar os estragos causados por desastres naturais, como temporais e vendavais.

Leia mais: Temporal derruba árvores e causa destruição em Alegre

De acordo com a Defesa Civil estadual, 25 famílias estão desalojadas e três desabrigadas. Trinta imóveis foram destelhados.

A Defesa Civil municipal e a Secretaria de Assistência Social contabilizaram nesta terça-feira (12) 18 destelhamentos, sendo 15 no bairro Leandro Machado (Querosene) e três no Cantinho do Céu (Linha Amarela).

Trecho da BR 482 foi interditado nos dois sentidos para remoção de estrutura metálica. Foto: PMA

Interdição

O trânsito na BR 482, que corta todo o centro da cidade até a saída para Cachoeiro de Itapemirim, foi interrompido nos dois sentidos para a remoção de uma estrutura metálica que se deslocou com a força dos ventos de segunda-feira (11).

Leia mais: Temporal causa transtornos em cidades do Caparaó

A Defesa Civil municipal orienta a população a ter cuidado ao estacionar carros e motos embaixo de árvores, principalmente próximo ao Parque Getúlio Vargas, onde há galhos soltos que podem se desprender a qualquer momento.

Escolas atingidas

Na Escola Estadual Pedro Simão, no bairro Charqueada, árvores caíram impedindo a saída dos alunos. A Defesa Civil realizou o atendimento para desobstruir a passagem e liberar os alunos. Ninguém se feriu.
Já na Escola Viva Aristeu Aguiar, parte do telhado caiu no estacionamento, atingindo vários carros. As aulas foram suspensas.

No campus da Ufes, árvores caíram em cima de carros e parte dos telhados cederam. A unidade ficou sem luz, internet e telefone. As aulas também foram suspensas durante toda a semana.

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi