Renato Mataveli seguia de carro na BR-482 e morreu ao atingir carreta. Foto: Redes sociais

Amigos e colegas de trabalho lamentam morte do médico Renato Mataveli

Amigos e colegas de trabalho lamentam morte do médico Renato Mataveli

Humilde, amigo, simples, zeloso e querido. Essas são algumas das lembranças de amigos e colegas de trabalho do médico Renato Mataveli Ferreira, 42, que morreu em grave acidente na rodovia BR 482, em Alegre, na noite desta terça-feira (10).

Renato, de acordo com amigos, estava saindo do plantão no pronto-socorro de Alegre em seu Jeep Renegade, em direção a Guaçuí, onde residia há pouco tempo, quando bateu de frente a uma carreta às 22h50.

Com o impacto, Renato morreu na hora, preso às ferragens. O motorista da carreta e uma motociclista, que também se envolveu na batida, foram socorridos com ferimentos e levados para o pronto-atendimento de Guaçuí.

Houve vazamento de óleo e o Corpo de Bombeiros precisou limpar a pista. O trânsito ficou interditado até por volta de 8 horas desta quarta-feira (11).

Renato também era médico na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Covid e Geral da Santa Casa de Misericórdia de Guaçuí, no hospital de São José do Calçado e na Prefeitura de Bom Jesus do Norte.

“Ele era para mim um irmaozão, me tratava como da família. Me ajudou em tudo, me dava conselhos. Era uma pessoa simples, humilde, humano. Chorei muito ao saber da notícia. Há 3 anos, sofri um acidente grave de moto. Renato estava de plantão na UTI. Foi a primeira pessoa que veio a mim, muito preocupado. Amparou meus pais. É difícil crer. Perdemos uma pessoa incrível”. Técnico de enfermagem, Gabriel Antonio de Souza Gonçalves, 24.

“A equipe da Santa Casa está destruída. Ele foi um médico que sempre teve o maior zelo pelos pacientes, uma pessoa fantástica. Dr Renato era muito querido”. Diretor da Santa Casa de Guaçuí, Deniz Vaz da Silva.

“Renato era uma pessoa de carisma, amizade e humildade sem igual. Seu profissionalismo era muito além de exercer medicina. Ele se dedicava aos pacientes de toda alma. Ele era amigo de toda equipe de enfermagem, alegrava os nossos plantões, tinha um coração maravilhoso. Eu perdi um grande amigo”. Técnica de enfermagem, Elaine Dutra de Souza, 26.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi