Elizabeth Fernandes luta contra o câncer desde 2005. Crédito: Instagram/Elizabeth Fernandes

Assistente social luta para vencer o câncer pela 5ª vez e inspira pessoas

Assistente social luta para vencer o câncer pela 5ª vez e inspira pessoas

Enfrentar o câncer por cinco vezes ao longo de 15 anos e sair de cada experiência mais forte e disposta a ajudar pessoas que lutam contra a doença de uma forma mais positiva. Esse é o propósito da assistente social Elizabeth Fernandes, moradora de Vila Velha.

Ela conta que a batalha contra o câncer começou em 2005, quando morava no interior e trabalhava numa prefeitura. Na época, notou o surgimento de um pequeno caroço no seio esquerdo, fez uma mamografia, que não flagrou nenhum tumor. A lesão aumentou de tamanho e ela passou a sentir dor. Foi quando procurou um mastologista, que solicitou um ultrassom. O exame constatou um câncer de mama em estágio avançado.

A partir de então, Elizabeth teve o nódulo removido com biópsia cirúrgica. Dias depois, ela foi submetida a mastectomia radical da mama esquerda com reconstrução imediata e passou por sessões de quimioterapia. O tratamento deu resultado e a assistente social conseguiu se recuperar.

Em 2014, no entanto, a doença voltou, dessa vez no esterno, osso que se situa na frente do tórax e que protege o coração juntamente com as costelas. Para conseguir fazer a biópsia pelas costas, Elizabeth teve o pulmão esquerdo paralisado. O procedimento deu certo, embora o tumor não tenha sido removido de forma cirúrgica. Ela precisou ficar em UTI por uns dias, seguiu em tratamento posteriormente e se recuperou.

Dois anos depois, Elizabeth teve nova recaída, desta vez no pulmão esquerdo, que necessitou de novo tratamento.

Elizabeth inspira mulheres na internet. Foto: Instagram/Elizabeth Fernandes

Em 2018 foi necessária a realização de uma nova quimioterapia para reduzir as lesões, que voltaram a se manifestar na mama esquerda, esterno e pulmão esquerdo.

No ano de 2019, Elizabeth voltou a sentir dores e foi submetida a 20 sessões de tratamento no Instituto de Radioterapia Vitória (IRV), com o objetivo de reduzir o desconforto que ela sentia.

“A radioterapia reduz o tumor e diminui o processo inflamatório que vem junto. Um dos primeiros efeitos que aparece nesta situação quando tem invasão do osso é diminuir a intensidade da dor”, explica o médico Nivaldo Kiister, especialista em radioterapia do IRV.

Por estar tratando um câncer com metástase há 15 anos, Elizabeth tem consciência de que recaídas podem ocorrer, e se mantém vigilante, porém com pensamento positivo. Desde 2020, ela tem feito quimioterapia e afirma que vai vencer a doença mais uma vez. Mesmo com pandemia, a assistente social não deixou de cumprir todas as etapas do tratamento, que já dura oito meses, nem contraiu a Covid-19.

“A medicina modernizou. Em 2005 não tinha as medicações que eu tomo agora. Mesmo tendo um câncer com metástase, consigo viver bem, com qualidade de vida, com alegria. É isso que procuro transmitir no meu Instagram, que é possivel. Porque muita gente acha que está morta! Que tem metástase e já morreu. A gente tem que vencer para viver. A vida é o nosso maior bem”, diz Elizabeth, hoje com 56 anos.

Como ocorre a metástase

Nivaldo Kiister explica que o câncer metastático requer vigilância constante do paciente, pois a doença pode voltar.

Nivaldo Kiister é especialista em radioterapia. Foto: Julia Terayama/IRV

“Metástase ou doença metastática é o câncer que deixou seu local inicial e apareceu uma raiz numa outra parte do corpo. É preciso estar sempre atento, principalmente quando se trata de câncer de mama. Geralmente, consideramos o paciente curado após cinco anos, na maioria dos tumores. Mas nos casos de tumor de mama e melanoma, não podemos usar esse critério. Tenho uma paciente em que a doença apareceu 25 anos depois”, relata Nivaldo Kiister.

Novo amor

Ao longo de sua batalha contra o câncer que já dura 15 anos, a assistente social se divorciou e encontrou um novo amor em 2018, que a apoia 100% na luta contra a doença.

Elizabeth tem na filha Amanda, de 19 anos, a força necessária para enfrentar um dia de cada vez. É ela que a ajuda a tirar fotos, a gravar vídeos e a postar no perfil do Instagram.

“Minha filha tinha 4 anos quando descobri o primeiro tumor. Aos 7 anos, ela já fazia curativo em mim. Ela é minha companheira e me ajuda muito neste trabalho que faço na internet e que está ajudando tantas pessoas. Recebo muitas mensagens de pessoas que se dizem inspiradas pela minha forma de ver a vida, que passam a ter mais esperança. E quando deixo de publicar vídeo novo, recebo cobranças”, conta Elizabeth, cujo Instagram é o @elizabethfernandes01.

Sobre o IRV

Fundado em 2005, o Instituto de Radioterapia Vitória (IRV) é a única clínica privada do Espírito Santo para o tratamento de câncer por meio deste serviço. Funciona nas dependências do Vitória Apart Hospital, na Serra, com tecnologia de ponta e equipe altamente qualificada que tem como filosofia de trabalho o acolhimento dos pacientes.

O IRV tem convênio com os maiores planos de saúde do Espírito Santo, como Unimed, Samp, São Bernardo, Bradesco Saúde, MedSênior, Pasa/Vale, ArcelorMittal, Petrobras, Cassi (BB), Saúde Caixa, Banescaixa, Amil, entre outros.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz