Bombeiros capixabas terão 1ª brigada de pessoas com síndrome de down do Brasil

Bombeiros capixabas terão 1ª brigada de pessoas com síndrome de down do Brasil

O Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES) deu a aula inaugural do curso da Brigada 21, uma parceria do CBMES com a Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Síndrome de Down do Espírito Santo, a Vitória Down.

Esta será a primeira turma de formação de brigadistas composta exclusivamente por pessoas com síndrome de down do país. A aula foi na sexta-feira (10).

Participarão dessa primeira turma 13 alunos com idades entre 13 e 28 anos. As aulas começam no dia 20 de setembro e se encerram no dia 25 de outubro, sempre às segundas-feiras. A carga horária é de 20 horas.

A tenente Andresa Silva, gerente do projeto Brigada 21, esclarece que todos os instrutores do Corpo de Bombeiros foram capacitados pela equipe pedagógica do Vitória Down.

Tudo para garantir que consigam aplicar o conteúdo doo curso com sucesso. “ Eu dei a aula inaugural e já segui as orientações da equipe pedagógica”.

Andresa destaca ainda que o curso foi totalmente adaptado para os alunos do Vitória Down porque eles são mais visuais, e que por causa disso todas as apostilas e slides estão sendo modificados.

A gerente do Brigada 21 ressalta que o objetivo do curso é promover inclusão social, mas também tratar da prevenção, para que os alunos possam ser multiplicadores desse conhecimento e possam promover a segurança de outras pessoas que estão em volta deles.

“Vamos ensinar sobre prevenção, como atuar em casos de incêndio, de princípios de incêndio, de uma panela que está pegando fogo, por exemplo, o que fazer no caso de um sinistro no prédio, como sair desse prédio de maneira segura, então tudo isso é muito importante para a difusão dessas informações”.

Aula inaugural

 

Andresa diz que o Projeto Brigada 21 contou com total apoio e sensibilidade do Comandante-Geral, coronel Alexandre dos Santos Cerqueira, que inclusive será um dos instrutores das aulas práticas.

Serei instrutora da parte de primeiros socorros, e teremos outros militares como instrutores da parte de combate a incêndios”, informa.

Segundo a tenente Andresa Silva, na aula inaugural foi realizada uma prática com o uso da mangueira de combate a incêndio, e eles conheceram as viaturas, a ambulância de resgate, a equipe de mergulho e a equipe do caminhão de combate a incêndio.

“ Eles começaram no auditório, se apresentaram, viram um vídeo institucional e depois fizeram as atividades práticas e lúdicas, deram uma volta na viatura com sirenes e giroflex ligados e ficaram muito empolgados”.

 

Certificação

As aulas todas as segundas feiras foi uma solicitação da Vitória Down porque durante a semana os professores podem revisar o conteúdo do que os brigadistas aprenderão no curso, preparando-os para a avaliação e posterior certificação, informa Andresa.

“Os nossos alunos passarão por uma formação e sairão preparados para atuarem”, destaca.

Andresa pontua que o que mais chamou sua atenção foi a empolgação dos alunos com tudo, com o passo a passo da rotina dos bombeiros, e que tem certeza de que todos os dias serão assim.

“Eles virão alegres e com um brilho nos olhos que contagia todo mundo. Foi lindo demais. Fiquei emocionada e estou honrada que o Comandante, coronel Alexandre dos Santos Cerqueira, tenha me incumbido de ser gerente desse projeto. As expectativas eram ótimas. Agora são ainda melhores.”

 

 

 

 

 

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi