Foto: Márcia Leal

Cachoeiro terá mais três escolas municipais de tempo integral

Cachoeiro terá mais três escolas municipais de tempo integral
Cachoeiro terá mais três escolas municipais de tempo integral
Redação Dia a Dia

A partir de 2022 as escolas Nossa Senhora das Graças, no bairro Agostinho Simonato, Dona Maria Santana, no bairro Basileia, e Prof. Elísio Cortes Imperial, no bairro Teixeira Leite, funcionarão em tempo integral e atenderão 370 alunos do 1º ao 5º ano do ensino fundamental.

A equipe da Secretaria Municipal de Educação (Seme) já  se reuniu com representantes da comunidade escolar das três unidades para apresentar o modelo e esclarecer eventuais dúvidas sobre seu funcionamento. Alunos que já estudam nessas escolas terão prioridade no preenchimento das vagas disponibilizadas.

Com a expansão do programa de tempo integral, o município avança para atender metas dos planos municipal e nacional de educação referentes à oferta dessa modalidade de ensino.

Atualmente, quatro escolas municipais são contempladas pelo programa, iniciado em fevereiro de 2019 pela Seme. São elas: “Julieta Deps Tallon”, do bairro Zumbi; “Prof. Athayr Cagnin”, do bairro Abelardo Machado; “Prof. Florisbelo Neves”, do bairro Novo Parque; e “Prof. José Paineiras Filho”, do bairro Costa e Silva. As quatro unidades têm, ao todo, 849 alunos matriculados.

Modelo Escola da Escolha

Na rede municipal de ensino de Cachoeiro, o modelo de educação integral adotado é o “Escola da Escolha”, idealizado pelo Instituto de Corresponsabilidade pela Educação (ICE).

Nesse modelo, os estudantes são atendidos com jornada escolar estendida, das 07h30 às 16h30, e têm a oportunidade de aprender a partir de matérias do currículo convencional e disciplinas eletivas, centradas no protagonismo e no projeto de vida dos estudantes, por meio de espaços físicos como ateliê criativo, brinquedoteca, biblioteca e atividades realizadas na sala de aula.

O encerramento das atividades de cada semestre no modelo Escola da Escolha acontece por meio das chamadas culminâncias, atividades nas quais é apresentado à comunidade escolar o que foi produzido nas aulas, como maquetes, jornais, jogos, música, experimentos científicos e contação de histórias.

A secretária municipal de Educação Cristina Lens destaca que o modelo Escola da Escolha amplia as referências sobre valores e ideais do estudante e o apoia no enfrentamento dos imensos desafios do mundo contemporâneo, e que  nesta metodologia o estudante reflete sobre os seus sonhos, suas ambições e aquilo que deseja para a sua vida, onde almeja chegar e quem pretende ser, tanto na sua vida pessoal e social, como no mundo produtivo.

“Estamos muito felizes com a expansão deste modelo, que passará a beneficiar mais de 1.200 estudantes, um incremento de mais de 40% em relação ao ano letivo de 2021”, ressalta

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias