Renato Casagrande e Romeu Zema durante encontro em Minas. Foto: Adriano Zucolotto/Governo ES

Casagrande e Zema cobram obras de melhoria na BR 262

Casagrande e Zema cobram obras de melhoria na BR 262

A situação precária da BR 262, que sofre com os riscos de deslizamentos a cada chuva mais forte, foi tema de uma reunião entre os governadores Renato Casagrande (Espírito Santo) e Romeu Zema (Minas Gerais), em Belo Horizonte.

Principal ligação rodoviária entre os dois estados, a rodovia federal é motivo de preocupação para os dois governadores, que são unânimes em torno da necessidade de melhorias na via. A reunião aconteceu na residência do governador mineiro na última sexta-feira (22).

Casagrande e Zema mantêm contatos com o ministro de Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, para tratar da situação da rodovia. No encontro com o colega mineiro, o governador capixaba reforçou a importância de investimentos em logística.

“Temos necessidade de investimento em nossas rodovias. Temos duas importantes rodovias que nos ligam a Minas e a BR-262, que vai de Vitória até o estado do Mato Grosso do Sul, é a mais importante. Uma rodovia fundamental, que liga o Leste ao Oeste do país e que está em situação precária. Sabemos da dificuldade da privatização e temos que cobrar do governo federal investimentos públicos enquanto se procura investidores privados”, disse Casagrande.

Ferrovia

O governador capixaba mencionou que a Estrada de Ferro Vitória-Minas, ligação ferroviária entre os dois estados, é o trecho mais eficiente do Brasil.

“Temos necessidade de ampliar a ferrovia no nosso Estado até Anchieta, na região Sul, e posteriormente até o Rio de Janeiro, o que também interessa a Minas. Queremos ser a porta de saída e entrada dos produtos de Minas para o mundo e do mundo para Minas”, destacou.

Integração

Além da reunião com o governador Zema, Casagrande participou, ainda pela manhã, de uma reunião com a Federação das Indústrias de Minas Gerais (Fiemg). Na ocasião, participaram da agenda o secretário de Estado da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca, Paulo Foletto; o presidente do Banco de Desenvolvimento do Estado do Espírito Santo (Bandes), Maurício Duque; e o presidente da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Léo de Castro.

Aos empresários mineiros, o governador Casagrande voltou a falar sobre a necessidade de integração entre os dois estados.

“Estamos aqui para dar mais um passo nessa integração. Identificamos Minas Gerais como nosso maior parceiro, onde temos maior sinergia e, por isso, a necessidade de integrarmos as ações. Seja na administração pública, debatendo a questão da segurança jurídica dos atos das Secretarias da Fazenda de ambos os Estados, assim como na troca de experiência de instituições públicas e nessa integração entre as duas Federações das Indústrias. Vamos definir uma pauta em torno de nossos interesses junto ao governo federal. A Fiemg é uma das mais importantes do País e nossa pauta é da eficiência logística. Temos que resolver gargalos que têm impedido o nosso desenvolvimento”, afirmou.

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi