dom 21/julho/2024 09:46
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Espaço Cultural Casa Roxa, de Marataízes, promove inclusão através da arte e cultura

redacao
Redação Dia a Dia

O Coletivo Casa Roxa, de Marataízes, espaço cultural que promove inclusão através da arte e cultura, conquistou em 2022 o prêmio DiversidadES, concedido pela Secretaria Estadual de Direitos Humanos.

O Casa Roxa fez jus ao prêmio por despertar a conscientização para o respeito à diversidade, efetivando uma inclusão no mercado de trabalho e fortalecendo os mecanismos de equidade da região, explica o arte-educador e produtor cultural Guilherme Nascimento.

Segundo ele, a Casa Roxa produz arte e cultura, resistindo contra a desvalorização do setor e lutando contra as medidas de desmantelamento que a cultura vem sofrendo nos últimos anos.

Guilherme Nascimento é o criador também do projeto Asas da Cultura, de Itapemirim, e contribuiu no
departamento de projetos da Secretaria de Educação de Marataízes.

“As pessoas esquecem que Cultura é um direito, e que a arte é tão importante quanto saúde, segurança ou educação”, enfatiza o produtor cultural.

Guilherme destaca que o espaço cultural produziu no último mês de abril o espetáculo Zungueiras do Itapemirim, em parceria com o Coletivo de Fortalecimento e Empoderamento da População Negra do Sul do Espírito Santo (Fepnes).

O produtor cultural conta que a apresentação foi parte do cronograma do Projeto Cultura Em Toda Parte, iniciativa da Secretaria Estadual de Cultura, e gerido pelo Instituto Brasileiro de Cultura e Arte/Galpão.

O roteiro emocionou os espectadores contando a história das mulheres negras escravizadas que vendiam o “lavar roupa” para comprar a liberdade de seu povo, lutando contra a opressão do Barão de Itapemirim, figura importante que alavancou a economia capixaba, porém abertamente defensor dos contrabandistas de escravos.

Além da formação de Arte e Cultura, a Casa Roxa Cultural oferece no eixo de educação popular aulas de reforço escolar, auxílio acadêmico e cursos de capacitação profissional nas áreas de marketing criativo, fotografia, design, educação financeira e administração.

Vinícius Martins, secretário da Casa Roxa, informa que o coletivo aguarda respostas em mais de vinte propostas inscritas para execução ainda este ano nas áreas de música, teatro, dança, documentários, publicação de livros, podcasts, e muitas outras manifestações culturais.

Tudo pelo FunCultura – Fundo de Financiamento Público do Governo do Estado. Vinicius frisa que através desses editais o setor cultural será movimentado.

“Nós já fazemos isso sem recursos, pela força da nossa paixão pelas artes, mas manter um espaço com seus custos básicos é muito difícil. Fomentar recursos para espaços que evidenciem arte e cultura é muito importante. Uma conscientização cultural em nossa região é fundamental”, enfatiza.

Guilherme Nascimento diz que nas últimas semanas as novidades ficaram por conta do lançamento de um jornal comunitário e que inicialmente as edições eram semanais nas páginas oficiais do Instagram e Facebook.

“Agora são quinzenais e o público pode encontrar diversas notícias sobre artistas, eventos e novidades culturais da região”, explica.

Todo o trabalho do Casa Roxa é feito de forma voluntária pelos participantes e amigos do coletivo. A participação nas ações, voltadas a estudantes da rede pública, moradores de periferia e povos tradicionais, é gratuita.

Composto por mais de 30 artistas das mais variadas áreas das artes integradas, o coletivo não recebe nenhum tipo de recurso público fixo para seu financiamento. Todos os recursos são obtidos através de apoio comunitário.

 

Espetáculos na pandemia

Mesmo em tempos de pandemia a Casa Roxa produziu dois Espetáculos. “O Pescador e a Pérola” e “ABA – As aventuras do Abacaxi”.

O primeiro, trouxe a história dos construtores de barcos, dos pescadores e das marisqueiras do litoral sul capixaba, através de depoimentos reais transformados em coreografias, músicas, poesias e performance cênica.

Já o segundo espetáculo, voltado ao público infantil, trouxe a história das riquezas naturais de Marataízes contadas por fantoches que transmitiam ludicamente mensagens sobre sustentabilidade, respeito ao meio ambiente e a apropriação do amor sobre o lugar que vivemos.

A Casa Roxa se destacou no último ano por conta da organização e produção da 1ª Semana+Visibilidade +Orgulho, voltada para o empoderamento e respeito à população LGBTQIA+ do Estado.

Este evento contou com palestras, oficinas, capacitações e apresentações artísticas, envolvendo mais de cem participantes diretos e contando com a presença de personalidades artísticas e lideranças do sul capixaba.

 

SAIBA MAIS
Espaço Cultural Casa Roxa
Rua Simões, 55, Cidade Nova, Marataízes/ES
Contatos: (28) 999773921 | [email protected] | @casaroxacultural
Diretor Geral: Guilherme de Souza Nascimento | [email protected] | @prof.guinascimento

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

moto-apreendida-19-07-2024

Moto clonada é apreendida em Cachoeiro após ser flagrada pelo videomonitoramento

prisao-suspeito-19-07-2024

Preso suspeito de atirar em mototaxista e enfermeiro em Cachoeiro

Hospital-do-Aquidaban-2-e1609786208993

Enfermeiro baleado já havia pedido medida de afastamento. Familiares pedem justiça

acidente-br-482-19-07-2024

Motociclista de 53 anos morre atropelada por caminhão

cao-atendimento-veterinario

Inscrições prorrogadas para cursos técnicos gratuitos

zeze-da-cofril-19-07-2024

Zezé da Cofril assume presidência do PP em Cachoeiro de Itapemirim

mototaxista-carona-baleados-17-07-2024

Polícia ouve testemunhas a respeito do atentado contra mototáxi em Cachoeiro

ribeiraonassau-2

Sexto Grupo Escoteiro Baden-Powell promove Dia do Amigo em Cachoeiro

Leia mais