Foto: Márcia Leal

Dia das Crianças: pais devem ficar atentos ao escolher brinquedos, diz Procon

Dia das Crianças: pais devem ficar atentos ao escolher brinquedos, diz Procon
Dia das Crianças: pais devem ficar atentos ao escolher brinquedos, diz Procon
Anete Lacerda

O Procon de Cachoeiro, diante da proximidade do Dia das Crianças, quando os pais se mobilizam para presentear os filhos com brinquedos, recomenda que eles estejam atentos à informações constantes na embalagem.

Entre elas se o produto possui selo de segurança do Inmetro, que indica que foi fabricado e comercializado de acordo com as normas técnicas em vigor com o selo de um órgão credenciado.

Outras dicas do órgão de defesa do consumidor cachoeirense são em relação à adequação à faixa etária a que se destina; identificação do fabricante; instruções de uso e de montagem.

As recomendações valem tanto para os brinquedos nacionais quanto importados, que devem ter as orientações em língua portuguesa e garantia de até 90 dias, conforme prevê o Código de Defesa do Consumidor.

Caso apresente defeitos de fabricação ou vício, o produto deverá ser trocado pelo lojista, acrescenta o Procon, que alerta que caso o problema não seja estes, o lojista não é obrigado a fazer a troca.

Dessa forma, é importante se informar sobre a possibilidade de troca em razão do tamanho, cor ou modelo, mas essa possibilidade deve constar como informação explícita na nota fiscal ou na etiqueta da peça.

Fabiano Pimentel, coordenador executivo do Procon, orienta que para evitar problemas, os consumidores devem se certificar quanto à possibilidade de troca. “E sempre teste os brinquedos na loja, principalmente os eletrônicos”, aconselha  Fabiano Pimentel.

Preparando-se para comprar

Para o Procon, é fundamental já sair de casa sabendo o que vai comprar. Somente assim, evita-se compras por impulso, que podem comprometer o orçamento doméstico. “Praticar a compra segura é importante, pois facilita a comparação de preços, qualidade e praticidade do produto. E nunca esqueça de exigir a nota fiscal, já que ela é o documento que poderá amparar o consumidor em caso de problemas na relação de consumo” explica Fabiano Pimentel

Além disso, deve-se sempre observar, em compras nas lojas físicas ou on-line, as condições de pagamentos. Estas devem estar claras ao consumidor quanto a dados relativos a encargos de parcelamento, juros e opções para quitação de parcelas. Todas essas informações devem estar expostas de forma bem clara para que, sempre que possível, o cliente possa escolher a que melhor se encaixa seu orçamento.

Ultimas Notícias
mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi