DNA para identificar ossos achados em cachoeira de Castelo fica pronto em 30 dias

DNA para identificar ossos achados em cachoeira de Castelo fica pronto em 30 dias
Redação Dia a Dia

A Polícia Civil informou que os ossos encontrados na Cachoeira do Bambuzal, em Castelo, serão levados para exame laboratorial de DNA no Departamento Médico Legal (DML) de Vitória para identificação.

A suspeita é que sejam os restos mortais do lutador de jiu-jitsu Felippe Gussão, de 32 anos, que desapareceu no dia 12 de abril após sair com amigos de uma academia para mergulhar na cachoeira.

Os ossos foram encontrados por moradores. O Corpo de Bombeiros esteve no local no domingo e retirou da água a coluna vertebral, costelas (parte da caixa toráxica) e parte de um membro inferior.

Também foi encontrada uma sunga, que, segundo o Corpo de Bombeiros, foi reconhecida pela família como a usada por Felippe no dia de seu desaparecimento.

De acordo com a Polícia Civil, o prazo para sair laudo cadavérico é de 10 dias, podendo ser prorrogado por igual período. No entanto, como nesse caso será realizado o exame de DNA, pode demorar mais, chegando a 30 dias.

Ultimas Notícias