Leitos de UTI da Santa Casa que serão usados no combate ao coronavírus. Foto: Adriano Zucolotto/Governo do ES

EDP doa R$ 1 milhão para combate à Covid-19 em Cachoeiro

EDP doa R$ 1 milhão para combate à Covid-19 em Cachoeiro
Redação Dia a Dia

A EDP, distribuidora de energia elétrica do Espírito Santo, doou R$ 1 milhão para o enfrentamento da crise do coronavírus no Estado. Os recursos serão repassados à Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro do Itapemirim para a compra de insumos de proteção individual, equipamentos e medicamentos para o atendimento a pacientes da Covid-19.

Nacionalmente, a EDP já destinou mais R$ 8,3 milhões a ações de suporte ao poder público e entidades no combate à pandemia.

A Santa Casa foi indicada pelo governo do Estado como referência para o tratamento da doença na região Sul e beneficia a população mais carente. O hospital possui 209 leitos hospitalares, sendo 43 deles na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

“Os hospitais públicos serão bastante demandados durante esta crise. Por isso, entramos em contato com o governo do Espírito Santo e nos colocamos à disposição para ajudar. A Santa Casa realiza um trabalho muito importante no Sul do Estado e esperamos que esses recursos proporcionem melhor estrutura e atendimento à população capixaba”, afirma o vice-presidente de Redes da EDP, João Brito Martins.

Solidariedade

Na semana passada, a empresa lançou também o edital EDP Solidária – Covid 19, que vai selecionar ações, iniciativas e projetos voltados à luta contra o coronavírus e soluções para minimizar os impactos da pandemia no Brasil.

As inscrições seguem até sexta (10) e destinarão R$ 1 milhão em recursos próprios para apoiar os projetos voltados a comunidades vulneráveis, com prioridade para pessoas de baixa renda, idosos e comunidades indígenas. As entidades interessadas podem se candidatar no site: www.institutoedp.org.br.

No Brasil, a EDP possui um Comitê de Gestão de Crise para o coronavírus e desenhou um plano de contingência, antes mesmo da confirmação do primeiro caso no país. Desde fevereiro, o comitê tem se reunido remotamente todos os dias, inclusive aos fins de semana, se necessário.

Dentre as iniciativas já realizadas pela companhia estão: antecipação da vacinação contra a gripe H1N1 para colaboradores, implantação de regime total de trabalho home office nos escritórios, escalonamento e descentralização das equipes de campo e reforço das campanhas internas de informação.