Tininho Batista é prefeito de Marataízes. Foto: PMM

“Em nenhum momento estimulei a abertura do comércio”, afirma Tininho

“Em nenhum momento estimulei a abertura do comércio”, afirma Tininho

Marataízes lidera o ranking de casos confirmados de coronavírus no Sul do Espírito Santo, com 28 testes positivos, segundo dados do painel Covid-19 do governo do Estado. Em função do aumento de registros na última semana, o prefeito Tininho Batista vem recebendo críticas por ter revogado em 27 de março dispositivos do Decreto Municipal 676, que suspendia as atividades comerciais no município.

Entretanto, naquela ocasião, estava em vigor um decreto estadual do governador Renato Casagrande, que proibia o funcionamento do comércio em todo o Espírito Santo. Em nota publicada nas redes sociais, a administração informa que “em momento algum o prefeito autorizou, orientou ou disse para os comerciantes de Marataízes abrirem seus estabelecimentos durante a pandemia da Covid-19”.

“Em nenhum momento estimulei a abertura do comércio”, afirma Tininho Batista.

Em 18 de abril, o governo estadual começou a trabalhar com o Mapa de Gestão de Risco para a Covid-19, que classifica as cidades em risco baixo, moderado e alto. Nas duas primeiras versões do documento, Marataízes ficou classificada no nível mais baixo de incidência da doença.

Na última semana, com o aumento no número de casos positivos de Covid-19, o município passou para o risco moderado, situação que prevê algumas medidas, como a adoção de máscaras faciais no comércio tanto por lojistas quanto por clientes.

Decreto municipal

Antes de revogar a suspensão do funcionamento do comércio em Marataízes, Tininho Batista lembrou, ainda em março, que “o decreto do governo estadual, que também determina o fechamento do comércio, permanece em vigor”. Segundo a prefeitura, o Decreto – E 677, em seu Artigo 1º, deixava claro que as legislações estadual e federal em vigor se sobrepunham à municipal.

Fiscalização no comércio da cidade. Foto: PMM

A prefeitura informa que a fiscalização Sanitária, de Posturas, da Vigilância Ambiental e Tributária vem percorrendo o comércio no município todos os dias da semana para verificar o cumprimento das determinações e recomendações quanto ao combate à Covid-19 e conscientizar os comerciantes.

Ainda segundo a administração, dentre os pontos verificados pela fiscalização definidos no Decreto Municipal 686 estão se todos os funcionários usam máscaras, se vem sendo exigida a entrada de clientes com o equipamento de proteção, se há marcações no chão dos estabelecimentos para evitar aglomerações e se há água com sabão e/ou álcool gel à disposição e em local de fácil acesso e visualização para funcionários e o público.

Higienização de ruas em Marataízes. Foto: PMM

Além do trabalho de conscientização da população sobre medidas de higiene, equipes da Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde também realizam periodicamente higienização e desinfecção em pontos estratégicos da cidade com produtos antissépticos, em locais como os entornos da UPA da Cidade Nova, PAM, unidades básicas de saúde, além de pontos de ônibus e Rodoviária de Marataízes.

A administração salienta ainda que se as medidas de conscientização não forem suficientes, outras mais drásticas podem ser tomadas.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz