Empresário sofre perdas, mas se reinventa em tempos de pandemia

Empresário sofre perdas, mas se reinventa em tempos de pandemia
Redação Dia a Dia

A chegada do coronavírus trouxe perdas irreparáveis e também novas oportunidades de negócio. Gabriel Durante, de 24 anos, vivenciou de perto as duas experiências.

A empresa na qual trabalhava desde sempre, de propriedade do seu pai, fechou as portas logo no início da pandemia, a mesma que custaria a vida dele alguns meses depois.

Enquanto trabalhava na empresa paterna, se dedicava a uma atividade que nunca encarou como negócio, já que comprava para uso próprio e de amigos.

Ele diz que sempre tinha peças e acessórios para celular e informática. “Em 2019 em me casei e saí da casa dos meus pais. Aos poucos as pessoas foram me perguntando por novos produtos e fui comprando novas peças e conquistando clientes fixos. Desde sempre reinvesti tudo que ganhei e abri uma loja no bairro Monte Cristo”, conta ele três anos depois.

Outro fator que impulsionou seu negócio foi a necessidade crescente por equipamentos de maior qualidade, inclusive celulares, em consequência da obrigatoriedade de isolamento social e das aulas e reuniões virtuais.

Mas Gabriel conta que passou por alguns perrengues, especialmente durante o período de lockdown. “O uso obrigatório de novos equipamentos para estudar ou trabalhar fez os preços dispararem e alguns produtos sumirem do mercado”, destaca.

Hoje o empresário continua vendendo celulares e acessórios, e fazendo manutenção, só que em novo endereço, num espaço maior, diante do aumento da demanda.

Mas o rapaz conta que demorou um mês para perceber que a loja estava dando certo. “A dedicação exclusiva levou à ampliação da malha de produtos e à melhora do atendimento ao cliente. Eu aproveitei o nicho e a oportunidade”, enfatiza.

Segundo ele, no início tinha estoque e sempre reinvestia no próprio negócio. “Eu e minha esposa queríamos voos mais altos e chegamos à conclusão que a gente teria que mudar de endereço e foi o que fizemos agora em outubro”, relata.

Satisfeito com os rumos do seu negócio, a Royal Tech, Gabriel Durante diz que a atividade vai muito bem, obrigada. E que ele está pronto para encarar novos desafios.