sex 20/maio/2022 13:48
Wagner Bressali (Mineral Stone), Rodolfo Brandão (StoneHill), Tales Machado Filho (Magban), Luciana Mameri (Mameri) e Maxwell Viquietti Alcântara (Pettrus)

Empresários do setor de rochas desembarcam nos EUA para a maior feira de revestimentos do mundo

Empresários do setor de rochas desembarcam nos EUA para a maior feira de revestimentos do mundo
Redação Dia a Dia

Cerca de 300 profissionais do setor de rochas ornamentais brasileiro desembarcaram em Las Vegas e participam, a partir desta terça-feira (5) da Coverings 2022, a maior e mais tradicional feira norte-americana do setor de revestimentos.

No ano passado, em razão da pandemia da Covid-19, o Brasil contou apenas com uma participação institucional e apoio direto de 25 empresas. Este ano, 73 exportadoras representam o país com a maior geodiversidade mundial. As empresas brasileiras, de pequeno, médio e grande porte presentes no evento contam com subsídio do It’s Natural – Brazilian Natural Stone, programa de apoio às exportações de rochas ornamentais mantido pelo Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil).

Durante os quatro dias da feira, que segue até o dia 08 de abril, os visitantes terão acesso ao Pavilhão Brasileiro montado em uma área total de 3.456 m² (aproximadamente 32.000 sqfts), a maior já registrada pelo país em suas participações neste evento. “Além da presença física dos empresários e seus times comerciais, os visitantes poderão interagir com as nossas rochas e sentir toda a imponência de nossos quartzitos, mármores, granitos e ardósias. O Pavilhão do Brasil conta com cerca de 200 toneladas de materiais trazidos especialmente para este evento”, pontuou o presidente do Centrorochas, Tales Machado.

Maior fornecedor de rochas para os EUA

O Brasil é o maior exportador mundial para os Estados Unidos. O país verde-amarelo mantém a liderança como principal fornecedor norte-americano de mármore, granito e quartzito. Em 2021, foi responsável por 23,28% (US$ 889 Mi) de toda rocha ornamental consumida pelo país de Joe Biden; China e a Turquia ocupam posições seguintes com 17,46% (US$ 667 Mi) e 14,94% (US$ 571 Mi), respectivamente.

Por outro lado, os EUA representam 62,7% de todas as exportações brasileiras. O mercado americano sai na frente no consumo de chapas e produtos acabados, com a utilização das rochas brasileiras em projetos dos mais diversos tamanhos. “Somos o maior e mais importante fornecedor de chapas para os EUA e queremos nos tornar o principal parceiro nos grandes projetos e no fornecimento de produto acabado: temos qualidade, diversidade, tecnologia e competência para isso. O país é líder mundial em diversidade geológica e conta com mais de 1.200 variedades de produtos”, explica.

O It’s Natural – Brazilian Natural Stone é um programa de incentivo às exportações desenvolvido pelo Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais (Centrorochas) em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (ApexBrasil). O programa tem por objetivos estimular e aumentar as exportações de rochas ornamentais brasileiras, através de um conjunto de ações estratégicas de internacionalização com ações de promoção, fortalecimento da imagem e desenvolvimento do setor no mercado mundial.

O Centro Brasileiro dos Exportadores de Rochas Ornamentais está presente em todas as demandas nacionais para aumentar a competitividade do setor de rochas ornamentais. A entidade atua diretamente dando suporte nos trâmites relacionados à presença do empresário brasileiro no exterior combinando com atividades comerciais e operacionais relativas ao desenvolvimento e evolução das empresas brasileiras.

Sobre a ApexBrasil

A ApexBrasil atua para promover os produtos e serviços brasileiros no exterior e atrair investimentos estrangeiros para setores estratégicos da economia brasileira. Para alcançar esses objetivos, a Agência realiza ações diversificadas de promoção comercial que visam promover as exportações e valorizar os produtos e serviços brasileiros no exterior, como missões prospectivas e comerciais, rodadas de negócios, apoio à participação de empresas brasileiras em grandes feiras internacionais, visitas de compradores estrangeiros e formadores de opinião para conhecer a estrutura produtiva brasileira entre outras plataformas de negócios que também têm por objetivo fortalecer a marca Brasil.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias
Geral

Seja leve!

%d blogueiros gostam disto: