Espírito Santo é o estado com maior cobertura de terceira dose em idosos

Espírito Santo é o estado com maior cobertura de terceira dose em idosos
Redação Dia a Dia

Em todo o país, o Espírito Santo foi o estado com maior cobertura vacinal na dose de reforço (terceira dose) em idosos acima dos 60 anos. A cobertura vacinal é de 66,6%, segundo levantamento feito pelo site Poder 360 e que teve como base os dados da plataforma LocalizaSUS, do Ministério da Saúde.

No sistema próprio de atualização de doses aplicadas no território capixaba, a Plataforma Vacina e Confia, os dados são ainda mais animadores: nesta sexta-feira (17), o estado havia alcançado a marca de 74,88% de cobertura na dose de reforço dos idosos, com mais de 440 mil doses aplicadas.

“Quero agradecer à população que entendeu a importância da imunização, principalmente dos idosos”, destacou o governador Renato Casagrande.

Segundo ele, o estado realiza ações para incentivar a imunização, como as campanhas de vacinação entre todas as faixas etárias e a criação do risco muito baixo, em que não haverá restrições para as regiões que conseguirem uma ampla cobertura vacinal da população.

“Faço um apelo a quem ainda não tomou a dose de reforço para se imunizar antes das festas de fim de ano, quando costumamos encontrar amigos e familiares. Queremos ser o primeiro estado a alcançar 100% dos idosos imunizados com a dose de reforço”, acrescentou o governador.

 

Risco muito baixo

A cobertura de doses de reforço em 90% nos idosos é uma das metas estabelecidas para que as microrregiões capixabas alcancem o Risco Muito Baixo, de acordo com a Matriz de Risco do Espírito Santo, que passou a incluir esse grau de risco no último mês de novembro, e segue a estratégia do fortalecimento da resposta imune desse público ao novo Coronavírus (Covid-19).

Nove municípios capixabas já alcançaram a meta de reforço da imunização de idosos, de acordo com dados da Plataforma Vacina e Confia nesta sexta-feira (17): Venda Nova do Imigrante (94,48%); Laranja da Terra (94,26%); Santa Leopoldina (93,68%); Itaguaçu (93,06%); Governador Lindenberg (93,02%); Águia Branca (92,21%); Itarana (90,9%); Boa Esperança (90,03%); e Rio Bananal (90,01%).

As microrregiões Central Serrana, Sudoeste Serrana e Caparaó estão entre as mais próximas de alcançar a meta de vacinação na dose de reforço dos idosos e entrar no Risco Muito Baixo, uma vez que já alcançaram as demais metas, de 80% de cobertura de D2 na população acima dos 18 anos e de 90% na D1 em adolescentes.

Ultimas Notícias