Os profissionais começaram a ser vacinados nesta segunda. Foto: Hélio Filho/Secom

Estado começa a vacinar profissionais dos sistemas prisional e socioeducativo

Estado começa a vacinar profissionais dos sistemas prisional e socioeducativo
Redação Dia a Dia

O governo do estado iniciou nesta segunda-feira (24) a vacinação de funcionários do sistema de privação de liberdade, servidores do sistema socioeducativo e policiais penais contra a Covid-19.

Em ato simbólico no Palácio Anchieta, em Vitória, alguns servidores receberam a primeira dose da vacina, com presença do governador Renato Casagrande e outras lideranças políticas.

A expectativa, segundo dados do Ministério da Saúde, é de que 4.936 profissionais sejam imunizados contra a doença nesta nova etapa.

Renato Casagrande destacou o avanço na vacinação dos grupos prioritários contra a Covid.

“Já estávamos querendo incluir essa categoria no plano de vacinação. As doses para os profissionais dos sistemas prisional e socioeducativo já estão garantidas e a partir de amanhã [terça-feira, 25] estarão à disposição dos municípios”, disse.

Casagrande ressaltou a importância de avançar na imunização de mais uma categoria. Profissionais da educação e das forças de segurança já tiveram mais de 50% de vacinados. “Imunizar nossas corporações nos permite que trabalhem com mais segurança”, comentou.

Ele disse ainda que o governo está se organizando para vacinar portuários e rodoviárias. “A vacina é o principal instrumento no combate ao vírus. Quando a maioria da população estiver imunizada, teremos uma redução dos óbitos”, lembrou o governador.

Como se dará a vacinação deste público

 

Os profissionais começaram a ser vacinados nesta segunda. Foto: Hélio Filho/Secom


A identificação dos funcionários do sistema de privação de liberdade, servidores do sistema socioeducativo e policiais penais ocorrerá por meio da articulação entre as Secretarias da Saúde (Sesa), Justiça (Sejus) e Direitos Humanos (SEDH), tendo a execução da ação de vacinação realizado nas respectivas unidades sob a responsabilidade de cada município.

A Sejus e SEDH providenciarão uma listagem nominal dos profissionais que deverão, no ato da vacinação, apresentar documento que comprove a vinculação ativa com a unidade prisional. A listagem será encaminhada à Sesa para o quantitativo de doses a serem distribuídas a cada município.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias