seg 8/agosto/2022 15:50

“O afastamento de Tininho será esclarecido”, diz prefeito interino de Marataízes

“O afastamento de Tininho será esclarecido”, diz prefeito interino de Marataízes
Redação Dia a Dia

À frente da Prefeitura de Marataízes desde o dia 14 de junho, o prefeito interino José Amintas Pinheiro Machado, 61 anos, o Jaiminho, concedeu entrevista exclusiva ao portal Dia a Dia.

Nela, ele afirma que todos os fatos que levaram ao afastamento do prefeito titular da cidade, Tininho Batista, serão esclarecidos e em breve ele reassumirá o mandato.

Jaiminho é vice-prefeito na chapa com Tininho e está administrando a prefeitura com o afastamento pela Justiça do titular. Ele deverá ocupar o cargo pelos próximos 90 dias.

Quanto ao relacionamento de ambos, diz que não se falaram mais, especialmente para garantir a transparência de todo o processo.

O tempo desde que assumiu o mandato, segundo conta, tem sido gasto em reuniões com as equipes das secretarias para garantir que o trabalho não pare.

Ele explica que as mudanças das funções na administração têm absorvido o seu tempo, ao ponto do atendimento ao público ter sido suspenso temporariamente diante da nova rotina cheia de desafios.

O maior deles, destaca, é administrar uma cidade em tempos de descrédito da população em relação aos políticos.

 

Confira abaixo a entrevista

 

Qual o principal desafio de administrar Marataízes?

Os desafios são muitos, sem sombra de dúvidas. Mas eu diria que o principal deles é exatamente fazer com que as pessoas tenham um novo olhar sobre os políticos. Eu vejo a política como uma ferramenta muito importante para a transformação da cidade, do estado e do País. Precisamos construir uma nova política e quero dar a minha contribuição para isso. Ainda existem muitas pessoas dignas, que sabem o que fazer e querem trabalhar pelo bem da população.

 

Qual sua avaliação com respeito ao afastamento de Tininho?

E preciso dizer que tenho certeza que todos os fatos que levaram ao afastamento do Tininho serão esclarecidos e em breve ele reassumirá o mandato. Enquanto isso continuaremos zelando pela cidade de Marataízes e do seu povo. Isto é uma grande privilégio e tenho muita honra de estar aqui.

 

Como está a sua relação com ele?

Não nos falamos mais depois do afastamento dele, até por cautela, para garantir a transparência de todo o processo. Tenho certeza de que todos os fatos que levaram ao seu afastamento serão esclarecidos muito em breve. Enquanto isso continuamos numa rotina de muito trabalho e reuniões.

 

Como começou seu envolvimento na política?

Sempre participei de todo o movimento pela emancipação de Marataízes. Fui secretário de Finanças do primeiro prefeito eleito, que tomou posse em 1996, Ananias Vieira. Dei a minha contribuição. Em 2012, com o apoio de poucos amigos e da família, me candidatei a prefeito. Mas quero deixar bem claro que não vivo de política. Tenho uma vida construída fora da dela, modesta, mas que atende aos meus anseios e necessidades.

 

Como José Amintas virou Jaiminho?

Eu fui o sétimo filho, após seis irmãs seguidas, e minha mãe decidiu que meu nome seria Jaime, o mesmo do meu pai. Duas tias minhas, irmãs dela, foram encarregadas de ir ao cartório me registrar. No meio do caminho decidiram que eu não deveria ter o nome do meu pai, mas dos meus dois avós. José e Amintas.

Quando voltaram e comunicaram essa decisão, a minha mãe ficou muito zangada e se recusou a me chamar pelo nome de batismo. Sempre me chamou de Jaiminho. E cresci assim. Na família, na comunidade e na escola, sempre fui chamado de Jaiminho.

Depois nasceu mais um irmão e finalmente minha mãe o batizou de Jaime. Só que ao invés de ser chamado de Jaiminho, é chamado de Júnior.

 

 

Ultimas Notícias