Governo do Estado divulga plano operacional das forças de segurança para o Enem

Governo do Estado divulga plano operacional das forças de segurança para o Enem
Governo do Estado divulga plano operacional das forças de segurança para o  Enem
Redação Dia a Dia

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (Sesp) divulgou, na tarde desta sexta-feira (19), o plano operacional que vai ser colocado em prática durante o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorre nos dias 21 e 28 de novembro.

Nos dois finais de semana, a Sesp vai contar com o Centro Integrado de Comando e Controle Estadual (CICC-E), que estará aberto para coordenar e monitorar todas as atividades de inteligência, visando a garantir a realização segura da prova.

No total, aproximadamente 700 integrantes das forças policiais vão realizar a segurança dos locais de prova, além da escolta e guarda do exame.

Mais de 230 escolas vão receber alunos e a logística de transporte dos materiais vai ser feita pelos Correios, com escolta da Polícia Militar do Espírito Santo (PMES), na saída do centro de distribuição para os locais de prova e no retorno dos exames ao local de depósito.

Quanto ao trânsito, o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BP Tran) vai realizar os trabalhos orientativos nos locais em que atua. Nas localidades onde o tráfego de veículo é municipalizado, esse trabalho vai ficar a cargo das Guardas Municipais.

O secretário de Estado da Segurança Pública e Defesa Social, coronel Alexandre Ramalho, informou que Corpo de Bombeiros Militar (CBMES), Polícia Militar, Polícia Civil do Espírito Santo (PCES) e Guardas Municipais vão atuar em conjunto com o Governo Federal, para oferecer segurança não só dos locais onde os exames serão aplicados, mas também onde as provas ficarão guardadas até a distribuição, incluindo o transporte e a escolta.

Segundo Ramalho, as forças de segurança vão trabalhar integradas com o Governo Federal, com o objetivo de garantir a segurança na realização do exame mais importante do ano para os nossos jovens.

“O Enem é o início de um caminho de maior qualificação para o mercado de trabalho e temos o dever de garantir que transcorra tudo da melhor forma possível. Para isso, estaremos em monitoramento em tempo real, com o nosso Centro de Comando e Controle, que engloba representantes de todas as instituições”, disse Alexandre Ramalho.

O planejamento também foi realizado com a participação de instituições, como a EDP Escelsa, Companhia Espírito-santense de Saneamento (Cesan), entre outros órgãos que permeiam a garantia de uma realização segura da aplicação das provas do Enem.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias