sex 20/maio/2022 14:58

Homem invade agência da Receita em Cachoeiro, foge da PM e acaba caindo no rio

Homem invade agência da Receita em Cachoeiro, foge da PM e acaba caindo no rio
Redação Dia a Dia

Quatro homens acusados de realizar diversos furtos em lojas de Cachoeiro de Itapemirim foram presos pela Polícia Militar na noite deste domingo (24). Um deles estava dentro da agência da Receita Estadual e acabou se ferindo depois de cair no Rio Itapemirim quando tentava escapar dos policiais.

A Polícia Militar informou que foi comunicada da invasão ao prédio da Receita Estadual, no Centro da cidade, pelo controlador do sistema de videomonitoramento da agência. Os policiais cercaram a área e conseguiram perceber que o suspeito ainda estava no interior do imóvel.

Com o apoio de um funcionário da agência, que tinha as chaves, parte dos policiais entrou no prédio, enquanto o restante da equipe permanecia do lado de fora. Os PMs começaram a checar as salas e viram um homem fugindo rapidamente pela janela dos fundos.

No entanto, durante a fuga, o suspeito acabou caindo dentro do rio, que fica atrás da agência, batendo a cabeça. Os PMs foram atrás e se depararam com um homem ferido sendo carregado por outros três, às margens do Rio Itapemirim.

O grupo tentou enganar os policiais alegando que foi ao local para pescar. No entanto, além de todos possuírem ficha criminal, a polícia conseguiu ver, nas imagens das câmeras, um dos homens escalando o prédio pelos fundos e invadindo a agência.

Em seguida, eles confessaram aos policiais que o plano era de que um deles entraria na agência e os outros ficariam do lado de fora para segurar os produtos furtados.

Segundo a polícia, há denúncias de que o bando esteja envolvido em diversos furtos a lojas da cidade. Os quatro foram presos e levados para a 7ª Delegacia Regional. Antes, o suspeito que invadiu a agência precisou ser atendido no UPA do Marbrasa devido ao corte sofrido na cabeça durante a queda.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias
Geral

Seja leve!

%d blogueiros gostam disto: