A ponte foi destruída na enchente de janeiro de 2020 e ficou liberada no final da semana passada. Crédito: Mauro de Souza Romanelo

Liberada a ponte destruída pela chuva e que dá acesso ao Santuário de Aracuí, Castelo

Liberada a ponte destruída pela chuva e que dá acesso ao Santuário de Aracuí, Castelo

Após um ano e dois meses interditada, a ponte situada no distrito de Aracuí, em Castelo, que dá acesso ao santuário, finalmente ficou pronta e está liberada para passagem de veículos e pedestres.

A estrutura foi danificada na enchente de janeiro de 2020, que inundou a cidade. É o acesso mais rápido da comunidade local ao Santuário de Aracuí. Sem ele, a única alternativa era dar a volta pela área urbana de Castelo.

De acordo com o Departamento de Edificações e Rodovias do Espírito Santo (DER), órgão que realizou a obra, foram investidos R$ 2.490.606 na estrutura, que mede 39 metros de extensão por 9,60 de largura.

A ponte também dá acesso à estrada alternativa que liga o distrito à área urbana de Castelo e ainda à empresa Uniaves.

Na avaliação do coordenador do santuário, Mauro de Souza Romanelo, a estrutura restaurada é muito importante para encurtar o trajeto e facilitar a vida dos visitantes e moradores.

“Muitos, inclusive fazem o percurso a pé. Vários fiéis não estavam assistindo às missas porque, sem a ponte, é preciso transporte para Castelo e, daí, para o santuário”, ressaltou Mauro.

 

MUTIRÃO

Para Mauro, a ponte já irá ajudar no mutirão que será feito neste sábado (6) e domingo (7) para roçar e rastelar o Santuário de Aracuí. Nos dois dias, o mutirão começa às 6 e termina 11 horas.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz