DiaaDiaES.com.br

Luto: Cachoeiro se despede do maratonista Valdemir de Mattos

Valdemir de Mattos com a Tocha Olímpica em passagem por Cachoeiro (Foto: Alissandra Mendes)

Na tarde da última segunda-feira (21), morreu, em casa, o maratonista Valdemir de Mattos, aos 74 anos. Morador do bairro Zumbi, em Cachoeiro de Itapemirim, ele sempre foi uma referência entre os praticantes de corrida no Espírito Santo. A morte foi confirmada pela esposa, Celi Mattos, nas redes sociais.

Em 11 de março de 2016, a carreira esportiva de Valdemir foi interrompida de forma triste. Ele foi agredido pelo filho mais velho, que teve um surto e exigiu que o pai arrumasse dinheiro. Como se negou, o filho – usuário de drogas –, atirou uma pedra, que atingiu a nuca do maratonista. Ele estava próximo à escada da residência, perdeu o equilíbrio e caiu.

O fato ocorreu dois meses antes da passagem da Tocha Olímpica por Cachoeiro, e o maratonista tinha sido escolhido como um dos condutores. Nem mesmo sua condição de ocasião o impediu de percorrer o trecho determinado pela organização do evento. Em uma cadeira de rodas e com a ajuda da esposa, Valdemir emocionou o público que o acompanhou por 200 metros transportando o símbolo maior das Olimpíadas.

Valdemir participou de maratonas por mais de 20 anos e conquistou várias medalhas nas diversas competições e ficou bastante conhecido entre os amantes do esporte. Todos os dias, o maratonista era visto treinando pelas ruas de Cachoeiro e conquistou o respeito não apenas de outros maratonistas, como também de todos os cachoeirenses, que sempre admiraram sua determinação.

Carregando....

O site do Jornal Dia a Dia ES pode usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Ler mais...

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club
%d blogueiros gostam disto: