DiaaDiaES.com.br
Foto ilustrativa: Pixabay

Luto e saudade: 2020 foi marcado por despedidas em meio à pandemia

Ninguém discorda que o ano de 2020 foi de lutas e perdas. Cachoeiro, assim como as demais cidades do país, precisou dar adeus a um grande número de pessoas vitimadas por acidentes e doenças, como a Covid-19.

Alguns dos que se foram eram bem conhecidos da sociedade, participaram da história do município, estavam nas TVs, rádios e jornais e suas mortes representaram um duro baque para todos.

Outros não eram tão conhecidos do público em geral, mas também deixaram saudades, principalmente nos corações de familiares e amigos.

O Dia a Dia relacionou alguns nomes entre as centenas que nos deixaram. Veja abaixo:

 

Janeiro

– No dia 26, o astro da NBA e um dos maiores jogadores de basquete da história, Kobe Bryant morreu em um acidente de helicóptero em Calabasas, cidade localizada na Califórnia, nos Estados Unidos. Ele tinha 41 anos. A filha dele, Gianna, de 13 anos, também morreu na queda da aeronave.

 

Maio

– No dia 4, o compositor e escritor Aldir Blanc morreu de Covid-19, aos de 73 anos, no Rio de Janeiro. Uma de suas canções mais famosas, “O Bêbado e a Equilibrista”, feita em parceria com João Bosco, ficou eternizada na voz de Elis Regina. Outras composições famosas são “Bala com Bala”, “O Mestre-Sala dos Mares”, “De Frente Pro Crime” e “Caça à Raposa”.

 

Junho

– No dia 11, a ‘Mãe dos Pobres’, como ficou conhecida pelo trabalho social realizado enquanto primeira-dama de Cachoeiro de Itapemirim, Márcia Brezinski morreu em São Paulo. Ela lutou por mais de 50 dias contra um câncer na vesícula.

Julho

 

Joacyr Pinto, fundador da Revista 7 Dias

– No dia 10, morreu, aos 85 anos, o jornalista Joacyr Pinto, fundador da Revista 7 Dias. Seu Joa, como era conhecido, tinha Mal de Parkinson, doença que destrói as células nervosas e gera tremores involuntários. Ele estava internado no Hospital Unimed, em Cachoeiro de Itapemirim, onde faleceu.

– No dia 11, Cachoeiro de Itapemirim de despediu da advogada Moema Baptista, 77 anos, filha do professor Deusdeth Baptista. Ela morreu no Rio de Janeiro por complicações de uma cirurgia no coração realizada há dois meses, somadas a um quadro de Acidente Vascular Cerebral (AVC).

 

Agosto

– No dia 19, a professora Valéria Marvila, de 43 anos, morreu vítima do novo coronavírus após ficar 22 dias internada em um hospital particular na Serra, na Grande Vitória. Ela morava em Piúma e era professora da educação infantil e ensino fundamental em Marataízes, nas Escolas José Marcelino e Láurea Freitas, na Barra.

 

Chadwick Boseman interpretou o rei T’Challa no filme “Pantera Negra”. Foto: Divulgação

– No dia 28, Chadwick Boseman, o astro de “Pantera Negra”, cujo trabalho celebrou negros norte-americanos pioneiros em suas áreas e sua cultura, morreu aos 43 anos após lutar contra um câncer de cólon por quatro anos.

Setembro

 

Helinho Sampaio (Foto: Reprodução)

– No dia 14, o cantor e compositor cachoeirense, Hélio de Moraes Sampaio, o Helinho Sampaio, de 64 anos, foi encontrado morto no interior de sua residência. Ele era irmão do também cantor e compositor cachoeirense, Sérgio Sampaio, um dos nomes mais importantes da Música Popular Brasileira no Espírito Santo.

– No dia 18, a avó materna da vereadora Renata Fiório (PSD), Andume Sabra Baião, faleceu aos 88 anos. Ela tratava de um câncer no estômago e foi acometida pela Covid-19 durante sua internação em Cachoeiro de Itapemirim.

 

Outubro

 

Dona Leopa morou em Cachoeiro na juventude. Nos últimos anos, vivia em Cariacica. Foto: Antonio Cosme/Jornal A Tribuna

No dia 9, a centenária Leopoldina do Nascimento, a Dona Leopa, que ganhou fama por ser a eleitora mais antiga do Espírito Santo, e era considerada um exemplo para muitos jovens, pela alegria de viver e pela consciência da importância de exercer seu direito de votar, morreu aos 115 anos, em Cariacica, de causas naturais.

 

Luiz Gonzaga Dias era músico e fã de Roberto Carlos (Foto: Alissandra Mendes)

– No dia 13, o músico Luiz Gonzaga Dias, o ‘Banguê’, foi encontrado morto no interior de sua residência. Aos 72 anos, ele era um grande fã de Roberto Carlos e mantinha o Cantinho Cultural, projeto montado em sua residência para preservar as memórias do Rei.

 

Novembro

– No dia 1º de novembro, a ator e humorista Tom Veiga, intérprete do Louro José, morreu em consequência de um aneurisma cerebral, que se rompeu e provocou um Acidente Vascular Cerebral (AVC) hemorrágico.

– No dia 9, a estilista e produtora de moda cachoeirense, Ignez Casagrande morreu aos 78 anos.

– No dia 23, o empresário Marcos Mendes Carvalho, conhecido como ‘Maquinhos Enseada’, morreu vítima da Covid-19.

 

Maradona, uma das lendas do futebol. Foto: Vinod Divakaran/Wikipedia Commons

– No dia 25, o maior jogador da história da Argentina e lenda do futebol mundial, Diego Armando Maradona, morreu aos 60 anos. O craque argentino sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa na cidade de Tigre, na região metropolitana da capital.

 

– No dia 28, Cachoeiro de Itapemirim perdeu um de seus ilustres filhos: o professor, jornalista, ativista e advogado José Paineiras, de 66 anos. Ele morreu em Marataízes, após sofrer um infarto.

 

Rosane Delorence Lima era professora em escola de Muqui. Foto: Facebook/Rosane Delorence Lima

– No dia 30, a morte da professora Rosane Delorence Lima, de 47 anos, deixou a cidade de Muqui de luto. Ela contraiu Covid-19 e morreu na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Materno Infantil Francisco de Assis (Hifa), em Cachoeiro de Itapemirim.

 

Dezembro

– No dia 1º, o vereador do município de Guaçuí, José Augusto Alves de Paula, o ‘José Augusto Crente’ (PSB), de 65 anos, morreu na manhã vítima de Covid-19. Ele estava internado na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), da Santa Casa da cidade.

 

Rogério Fraga Botelho (Foto: Reprodução)

– No dia 8, o escrivão da Polícia Civil, Rogério Fraga Botelho, de 61 anos, morreu vítima da Covid-19. Ele estava internado desde o dia 1º de outubro, no hospital Unimed, em Cachoeiro de Itapemirim.

 

Paulinho, vocalista do Roupa Nova. Foto: Divulgação

– No dia 14, o cantor Paulo César Santos, o Paulinho, vocalista do Roupa Nova, morreu, aos 68 anos, por complicações da Covid-19. Ele estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Copa D’or, na Zona Sul do Rio, onde fazia tratamento.

– No dia 21, o maratonista Valdemir de Mattos, aos 74 anos, morreu em sua casa, no bairro Zumbi, em Cachoeiro de Itapemirim, ele sempre foi uma referência entre os praticantes de corrida no Espírito Santo.

 

Nicette Bruno morreu por complicações da Covid-19. Foto: TV Globo/Reprodução

– No dia 20, a atriz Nicette Bruno morreu de Covid-19, aos 87 anos, na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Casa de Saúde São José, no Humaitá, Zona Sul do Rio.

– No dia 23, o empresário Jorge Abu Mourad, aos 62 anos, morreu em sua casa, em Cachoeiro, vítima de um infarto. Ele foi proprietário por 11 anos do tradicional Café Mourads, na Praça Jerônimo Monteiro, no centro da cidade.

 

Ana Paula morreu em um acidente. Foto: Reprodução

– No dia 28, a diretora da Rádio Cidade, em Cachoeiro de Itapemirim, Ana Paula Correia Martins Malta, de 30 anos, morreu após um grave acidente automobilístico na BR-101 Sul, na altura do município de Anchieta.

Carregando....
mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club

%d blogueiros gostam disto: