Mais da metade dos alunos de 6º ao 9º ano aderem ao ensino híbrido

Mais da metade dos alunos de 6º ao 9º ano aderem ao ensino híbrido

Mais de 1.900 alunos do 6° ao 9° ano da rede municipal de ensino de Cachoeiro de Itapemirim aderiram ao ensino híbrido, o que corrospende a mais da metade do número de estudantes matriculados no ensino fundamental II.

Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Seme), desde o início das aulas presenciais, há uma semana, a adesão cresce. Isso porque mais pais e responsáveis têm comparecido às escolas em que seus filhos estão matriculados para assinar o “Termo de Manifestação de interesse pelo retorno do Ensino Híbrido”.

A secretaria explica que a opção para aderir ao novo modelo educacional ficará disponível por todo ano letivo de 2021. Para isso, basta que as famílias se apresentem nas secretarias das respectivas escolas para assinar o termo. Após a solicitação, as crianças são incluídas nos grupos de revezamento referentes às suas séries e turmas.

A Seme ressalta, no entanto, que a categoria híbrida não é obrigatória. Se a família optar, pode continuar apenas com o ensino remoto.

Revezamento

No modelo híbrido de ensino, os estudantes alternam uma semana com aulas presenciais e uma semana com ensino remoto, levando em conta um revezamento de turmas. Neste primeiro momento, participam do rodízio os alunos do 6º ao 9º ano.

O retorno das atividades presenciais para as demais séries e turmas acontecerá da seguinte forma: em 8 de março, para as turmas de 4º e 5º ano do ensino fundamental; em 22 de março, para as turmas de 1º, 2º e 3º ano do ensino fundamental; em 5 de abril, para as turmas da pré-escola (Pré I e Pré II) da educação infantil; em 19 de abril, para as turmas de maternal III e IV da educação infantil; em 3 de maio, para as turmas de maternal I e II da educação infantil.

Contra a Covid-19, as unidades escolares adotaram uma rotina mais cautelosa, com protocolos sanitários reforçados. Desse modo, a Seme adquiriu materiais higiênicos como frascos de álcool gel, termômetros infravermelhos e tapetes sanitizantes, que estão presentes em todas as escolas. Além disso, há um controle mais rígido de ocupação dos espaços, para evitar aglomerações e contato direto entre estudantes.

“Nós encaramos como positivo o crescimento da aceitação dos pais, porque nos preparamos para receber as crianças com o máximo de cuidado e prevenção. Acreditamos que os pais compreendem que, apesar de o ensino remoto ser bom, o convívio e a sociabilidade com outros alunos e professores facilitam a absorção de conhecimentos e crescimento cognitivo dos estudantes”, explica a secretária municipal de Educação, Cristina Lens.

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi