seg 22/julho/2024 07:33
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura
Gustavo Bebianno foi ministro do governo Bolsonaro. Foto: Valter Campanato/ABR

Morre Gustavo Bebianno, ex-ministro de Bolsonaro

redacao
Redação Dia a Dia

Morreu na madrugada deste sábado (14) o ex-ministro Gustavo Bebianno, de 56 anos. Ele estava em sua casa, em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro, quando sofreu um infarto fulminante.
A informação foi confirmada pelo empresário Paulo Marinho, amigo de Bebianno e atual presidente do PSDB no Rio de Janeiro, partido pelo qual o ex-ministro pretendia disputar a Prefeitura do Rio.

Bebianno estava em seu sítio, em Teresópolis (RJ). De acordo com Marinho, o ex-ministro mandou uma mensagem para o filho por volta das 4h30, avisando que estava passando mal. Em seguida, o político foi ao banheiro tomar um remédio, onde sofreu uma queda e bateu a cabeça. O ex-ministro chegou a ser levado para um hospital da cidade, mas não resistiu.

Bebianno foi ministro da Secretaria-Geral da Presidência da República. Ele foi presidente do PSL, coordenando pessoalmente a campanha vitoriosa de Jair Bolsonaro à Presidência da República. Ficou pouco tempo no cargo, saindo após divergências internas e conflitos com os filhos do presidente. Bebianno conheceu Bolsonaro em 2017, quando se prontificou a atuar como advogado da campanha.

A notícia da morte de Bebianno surpreendeu vários políticos, que usaram as redes sociais para se manifestar.

Repercussão política

João Doria, presidente nacional do PSDB e governador de São Paulo, em rede social
Com profundo pesar recebi a notícia da morte de Gustavo Bebianno. Seu falecimento surpreende a todos. O Rio perde, o Brasil perde. Bebianno tinha grande entusiasmo pela vida e em trabalhar por um país melhor. Meus sentimentos aos familiares e amigos nesse momento de dor.

Paulo Marinho, presidente estadual do PSDB no Rio de Janeiro
A cidade do Rio perdeu um candidato que iria enriquecer o debate eleitoral, e eu perdi um irmão. O Gustavo morreu de tristeza por tudo que ele passou. Agora é hora de confortar a esposa, os filhos e os amigos. Sempre será motivo de orgulho para o PSDB/RJ ter a passagem de Gustavo Bebianno registrada em sua história.

Abraham Weintraub, ministro da Educação, em rede social
Nesse momento, deixo no passado divergências. Manifesto meus sentimentos à família e desejo que ele esteja em paz, em um lugar melhor.

Luciano Bivar, presidente nacional do PSL, em rede social
Gente, a luta pela vida é pior que a guerra, pois a morte é inexorável. Um grande marechal de campo diz: “agora é hora de enterrarmos os mortos e cuidarmos dos vivos”. Uma pena. Muito jovem, Bebianno nos deixa, hoje, mas teve tempo para colaborar com sua parcela de cidadão e patriota.
Aos companheiros e amigos: nos resta amar, confiar e nos agrupar, cada vez mais, para que nossos objetivos sejam alcançados. Chega de sentimentos conspiratórios entre os homens e mulheres de bem. É nessas figuras de bem que encontraremos o repouso de quem nos energiza pelo calor da paz, da confiança e da gratidão. Que Deus nos ilumine nessas horas difíceis para que a serpente do mal não nos devore. A Bebianno as nossas orações.

Eduardo Paes, ex-prefeito do Rio, em rede social
Lamento o falecimento de Gustavo Bebiano. Nos últimos meses vínhamos conversando muito sobre o Rio e aquilo que nos unia: o grande amor a essa cidade. Especialmente a sua família e seus companheiros de PSDB, manifesto o meu mais profundo pesar.

General Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo do governo Bolsonaro, em rede social
É com tristeza que tomo conhecimento do falecimento de Gustavo Bebiano. Tenho certeza de que ele foi muito importante na campanha para as eleições de 2018. Ministro leal, corajoso e equilibrado. Condolências aos familiares. Que ele esteja em paz e em lugar seguro junto a Deus.

PSDB, em rede social
Lamentamos profundamente o falecimento do ex-ministro Gustavo Bebianno. Nossa solidariedade aos familiares e amigos.

PSL, em rede social
O PSL lamenta a morte de Gustavo Bebianno ocorrida na manhã deste sábado (14). Bebianno comandou o PSL durante o período eleitoral de 2018. Enviamos nossas condolências aos familiares e amigos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Alface-credito Arquivo Incaper-20-07-2024

Banestes anuncia R$ 1 bilhão em recursos para Plano Safra 2024/25

professor

Abertas 200 vagas em curso gratuito de pós-graduação em educação à distância

moradores-recebem-geladeiras-20-07-2024

Moradores atingidos pelas chuvas no Sul do ES recebem doação de geladeiras e lâmpadas

moto-apreendida-19-07-2024

Moto clonada é apreendida em Cachoeiro após ser flagrada pelo videomonitoramento

prisao-suspeito-19-07-2024

Preso suspeito de atirar em mototaxista e enfermeiro em Cachoeiro

Hospital-do-Aquidaban-2-e1609786208993

Enfermeiro baleado já havia pedido medida de afastamento. Familiares pedem justiça

acidente-br-482-19-07-2024

Motociclista de 53 anos morre atropelada por caminhão

cao-atendimento-veterinario

Inscrições prorrogadas para cursos técnicos gratuitos

Leia mais