Mundo Pet: laboratório faz primeira clonagem de gato na China e já tem fila pelo serviço

Mundo Pet: laboratório faz primeira clonagem de gato na China e já tem fila pelo serviço

Enquanto no Brasil muitos cães e gatos sofrem com o abandono e a falta de um lar, na China há quem se disponha a desembolsar até US$ 35 mil (R$ 140 mil) para clonar um animal de estimação. 

Foi o que fez Huang Yu, 23 anos, que contratou os serviços do Laboratório Sinogene, de Pequim, para clonar seu gato, Garlic, que morreu de infecção urinária. 

Ele chegou a guardar o corpo do gato na geladeira até que o material genético pudesse ser extraído. Foram sete meses de espera até que o novo Garlic viesse ao mundo, por meio de uma mãe hospedeira.

Garlic recebe carinho de sua mãe hospedeira. Foto: Reprodução de vídeo

Foi a primeira vez que o laboratório conseguiu a façanha. Até então, a empresa havia contabilizado 40 clonagens de cães bem-sucedidas desde 2015, segundo o executivo chefe da Sinogene, Mi Jidong, declarou ao jornal New York Times. Há pelo menos 100 pessoas que já contrataram o armazenamento genético de seus bichos de estimação, e entraram na fila para clones futuros. 

O serviço de clonagem tem se popularizado em países ricos. Na China, clonar um gato custa US$ 35 mil (R$ 140 mil). Já o clone de um cão custa US$ 53 mil (R$ 212 mil).

A experiência animou cientistas chineses, que há mais de 20 anos sonham em clonar um dos animais ameaçados de extinção no país: o urso panda. 

O processo

A clonagem é realizada da seguinte forma: o óvulo de uma gata é coletado pelo laboratório, que extrai dele seu núcleo.

Após esse processo, no lugar do núcleo são inseridas células do gato a ser clonado. Então, o embrião criado é transplantado no ventre de uma outra gata, chamada de hospedeira, que irá gestar e cuidar do animal clonado até ele ser entregue a seu dono. 

Para que a clonagem seja bem-sucedida, a gata hospedeira recebe injeções de hormônio para criar um ambiente adequado para o animal clonado se desenvolver. 

Não é um processo fácil de ser feito, podendo ser necessária a realização de várias tentativas. E pode também não dar certo, como no caso dos pandas.

Paixão por pets

Animais domésticos foram durante muitos anos proibidos na China. Nos últimos anos, eles viraram uma paixão entre os chineses.

Relatório da organização Pet Fair Asia e do site Goumin.com aponta que os gastos com animais de estimação representaram em 2018 o equivalente a US$ 23,7 bilhões (R$ 94,8 bilhões).

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz