Deputado Bruno Lamas

Novos concursos no ES vão abrir mais de 3,5 mil oportunidades de trabalho

Novos concursos no ES vão abrir mais de 3,5 mil oportunidades de trabalho
Novos concursos no ES vão abrir mais de 3,5 mil oportunidades de trabalho
Redação Dia a Dia

Mais de 3,5 mil vagas de níveis médio e superior serão disponibilizadas pelo Governo do Estado em concursos que já estão previstos e até publicados.

Quatro dos concursos já têm edital de abertura publicado, enquanto outros oito possuem autorização do governador Renato Casagrande (PSB) para serem realizados.

O levantamento foi feito pelo deputado estadual Bruno Lamas (PSB), que divulgou as 3.575 vagas que devem ter provas até o final do ano. Dentre os que vão acontecer no ano que vem, destaque para o da Secretaria de Estado da Educação (Sedu).

A pasta irá oferecer o maior número de vagas, sendo 800 para professor MaPB (professor de ensino B, para séries finais do ensino fundamental), 100 para MaPP (professor no exercício de função pedagógica) e 600 para agente de suporte educacional, totalizando 1.500 vagas. Ainda não informações sobre os salários, benefícios ou data de publicação do edital.

Bruno diz que fez uma solicitação ao governo do Estado e acabou de receber a relação de concursos públicos, por cargo e número de vagas, que estão em andamento este ano e também os que estão previstos para o ano que vem, ou seja, os certames que têm autorização do governador para a realização”.

“Para o ano que vem, também serão abertas seleções na Secretaria de Estado da Justiça (Sejus/600 vagas), Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases /400 vagas), além das 40 chances para delegado de polícia, dentre outros”, complementa.

DEFESA

Nesta semana, Bruno saiu em defesa do governo e reforçou a importância da formatura de novos policiais civis, realizada na quarta-feira (20), para combater a criminalidade.

“Isso só é possível em um estado organizado, em um estado que prioriza a segurança pública e que pode então fazer essas entregas. Eu costumo dizer que governo que não faz concurso público anualmente para as suas forças de segurança é irresponsável e deveria ser responsabilizado por crimes, pela falta de segurança, pelas atrocidades que acontecem”, declarou, frisando que a falta de policiais hoje é reflexo da redução dos efetivos em anos anteriores.

Segundo o parlamentar, ao realizar concursos, o governo gera emprego e renda e, principalmente, melhora os serviços prestados à sociedade capixaba.

 

SAIBA MAIS

Previstos para este ano por órgão

– Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz): 50 vagas para auditor fiscal.

– Polícia Civil do Espírito Santo (PCES): 50 vagas para auxiliar de perícia, seis para assistente social, 130 para escrivão, 150 para investigador, 30 para médico legista, 76 para perito criminal e seis para psicólogo.

– Polícia Militar do Espírito Santo (PMES): soldado combatente (250 vagas), soldado músico (10), oficial combatente (30) e oficial médico (20).

– Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo (CBMES): 120 vagas para soldado combatente e sete para oficial combatente.

Autorizados pelo governador para este ano e o ano que vem

– Secretaria de Estado da Justiça (Sejus): 600 vagas para inspetor judiciário.

– Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases): 400 vagas para agente socioeducativo.

– Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN): seis vagas para especialista em estudos e pesquisas governamentais.

– Instituto de Defesa Agropecuária e Florestal do Espírito Santo (Idaf): 15 vagas para agente em desenvolvimento agrário.

– Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz): 14 vagas para consultor do Tesouro Estadual.

– Secretaria de Estado da Educação (Sedu): 800 vagas para professor MaPB (professor de ensino B, para séries finais do ensino fundamental), 100 para MaPP (professor no exercício de função pedagógica) e 600 para agente de suporte educacional, totalizando 1.500 vagas.

– Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames): 10 vagas para professor titular, 17 para professor adjunto, 14 para professor assistente 40h, 12 para professor assistente 20h, seis para técnico de ensino superior e seis para assistente administrativo.

– Polícia Civil do Espírito Santo (PCES): 40 vagas para delegado.

Fonte: Gabinete do deputado Bruno Lamas, a partir de nota da Secretaria de Estado de Gestão e Recursos Humanos.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias