O que é o Yoga?

O que é o Yoga?

O que vem a sua mente quando escuta a palavra – Yoga? Seria uma pessoa fazendo contorções, posturas extremamente difíceis, ‘good vibes’, uma pessoa meditando? – Bem, não é exatamente isso.

O Yoga está longe de ser uma ginástica que prioriza a elasticidade, o malabarismo e o culto ao corpo, tampouco se limita à comparações de fotos do antes e do depois, muito menos é representado por corpos magros e tonificados, nem se refere ao conformismo. Essa ideia equivocada está, principalmente, ligada ao imaginário ocidental, o mesmo que generaliza e racionaliza tudo o que “descobre” ou influencia desvinculando de sua real objetividade.

Diferentemente disso, essa prática impulsiona a autoaceitação e o reconhecimento da beleza e da potencialidade individual e conjuntural de cada ser, tudo aquilo que emana vida ou energia.

O yoga não se limita aos asanas (posturas), estes são apenas uns dos caminhos, como defende Patanjali. Há normas éticas, respirações, meditações, que proporcionam diversos benefícios, como: manter a saúde, equilibrar a mente, reduzir o stress, melhorar a respiração. Estimular a investigação do EU – o papel da auto-observação, isto é feito, inicialmente, com o mais palpável – o corpo físico, pois o aprimoramento dos movimentos ajudam a equilibrar os elementos presentes em nosso sistema. Após o desenvolvimento do conhecimento e da consciência corporal, passa-se a focar na diminuição das agitações da mente que quando alcançadas proporcionam a libertação, ou a amenização do sofrimento.

A palavra Yoga vem do sânscrito, que significa: unir, ligar; sendo a união – a definição mais clássica. “Mas o que seria esta união?” – Seria a de nossa própria mente para com nós mesmos, com o auxílio da atenção plena e de diversos outros mecanismos, despertamos a nossa testemunha silenciosa que se expressa com a mente para se comunicar com o mundo externo.

Pode-se até mesmo dizer que é uma espécie de “disciplina espiritual”, no sentido de ser algo que lhe faz alcançar o autoconhecimento. Há pessoas que preferem encarar o Yoga como um estilo de vida, ou melhor uma filosofia de vida, há diversas definições. Apesar das definições existentes, o objetivo único do Yoga é: a libertação ou a saída da roda do sofrimento, o grau desta libertação depende da disciplina e da dedicação de cada pessoa.

Embora os benefícios adquiridos pela prática constante sejam excelentes, não dispensam da atenção devida a certos problemas físicos e mentais que devem ser acompanhados por outros profissionais da saúde física e mental.

 

Kamilla Oliveira Debona
Kamilla Oliveira Debona é professora de inglês, bacharela em Direito, instrutora de Yoga, especialista em atenção plena e educação emocional

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz