sex 19/julho/2024 06:48
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

O texto refinado e sensível de Olivia Avelar em seu livro Azul da Prússia

redacao
Redação Dia a Dia

Toda a sensibilidade da articulista do jornal Dia a Dia, Olivia Batista de Avelar, poderá ser conferida no seu livro Azul da Prússia, que está em pré-venda no site da editora Folheando e será lançado no próximo mês em Cachoeiro.

O livro reúne textos de composição refinada e fala sobre a necessidade de escrever a vida ainda que isso ofereça risco. Com uma linguagem delicada, contrapõe a frieza da vida cotidiana e urbana com a natureza.

Olivia Avelar conta que Azul da Prússia está dividido em três partes, que são o retrato de um processo real, em todas as palavras e detalhes.

“É uma jornada que trilhei e que convido a todos os leitores que também façam esse caminho e que encontrem, ao longo do trajeto, paisagens para observar e quem sabe se encontrem também com eles mesmos, como aconteceu comigo durante a escrita”, convida.

A autora diz que o livro foi escrito ao longo de três anos – entre 2016 e 2018. “Foram anos de muitas mudanças para mim, tanto externamente quanto no meu interior”, conta a escritora.

Olivia destaca que quis ser escritora desde criança. Formou-se professora, se dedicou à profissão, mas sempre com o desejo de escrever profissionalmente muito presente na sua vida.

A escritora conta ainda que o título foi inspirado em um composto químico que foi descoberto por acidente e mudou a história das obras de arte ao redor do mundo.

“Foi a primeira tinta usada para se escrever com a cor azul. Antes dela só existiam as tintas pretas para canetas tinteiros. Foi esse pigmento que consagrou a cor azul como a mais utilizada para se escrever”.

Apesar disto, Olívia lembra que é também um composto que pode liberar o venenoso cianeto. “Então, acredito que a poesia é bálsamo, mas oferece riscos que precisamos estar dispostos a correr para encontrá-lo”.

O que mais precisa ser dito? “Azul da Prússia é um livro sobre a necessidade de escrever a vida ainda que isso ofereça risco. Contrapõe a frieza da vida cotidiana e urbana à beleza da poesia que só encontra paralelo na natureza”, conclui.

 

Conheça a escritora

Olivia Batista de Avelar, 38 anos, nasceu e vive em Cachoeiro de Itapemirim. Formada em Letras e pós graduada em Filosofia, ela é escritora, professora e colunista de cinema e literatura.

O livro Azul da Prússia pode ser adquirido aqui

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

material-apreendido-mimoso-18-07-2024b

Polícia apreende arma e mais carga roubada em operação em Mimoso do Sul

rio-itapemirim-ilha-da-luz-17-07-2024

Com nível baixo dos rios, Agência declara estado de atenção de escassez hídrica no ES

mototaxista-baleado-17-07-2024

Passageiro da moto levou 4 tiros. Ele disse que estava sendo ameaçado

Patricia-Pereira-paratleta-17-07-2024

Espírito Santo conquista 25 medalhas no Circuito Loterias Caixa de Natação Paralímpica

CCJ-Senado-17-07-2024

PEC que anistia partidos só deve ser votada em agosto no Senado

tres-presos-furto-carga-mimoso-17-07-2024

Trio é preso em Mimoso do Sul por furtos de carga em caminhões

mototaxista-carona-baleados-17-07-2024

Motociclista e carona baleados na subida do bairro Aquidaban

atleta Edimara Alves

Brasil vence Sul-Americano de Atletismo com capixaba na seleção

Leia mais