Operação Curupira no Caparaó apreende pássaros silvestres

Operação Curupira no Caparaó apreende pássaros silvestres

A Polícia Militar Ambiental e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) deflagraram a Operação Curupira I para fiscalizar atividades extrativistas e degradadoras na região do entorno do Parque Nacional do Caparaó no lado capixaba.

A ação, que aconteceu na quarta (27) e quinta (28), se concentrou nesta primeira etapa nos municípios de Ibitirama e Divino de São Lourenço, onde foram apreendidos 28 pássaros da fauna silvestre nativa, sem a autorização do órgão ambiental competente.

Aves apreendidas durante operação. Foto: Polícia Militar Ambiental

Os pássaros estavam em cativeiro, em condições precárias para sobrevivência. O que chamou a atenção foi a quantidade de trinca-ferros: foram 10 espécimes deste pássaro, que é de grande incidência na região.

Segundo a Polícia Militar Ambiental, os infratores apanham os trinca-ferros para vender para traficantes de pássaros do Rio de Janeiro. Foram apreendidos ainda 17 coleiros e um curió.

As aves foram recolhidas e encaminhados à UPJ, onde posteriormente serão encaminhados para o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Iema).

A manutenção de pássaros em cativeiro é crime previsto no Art 29, §1º,III, da Lei Federal 9605/98 (Lei de Crimes Ambientais).

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi