Jornal Dia a Dia – Notícias do Espirito Santo e do Brasil

Operação Piracema: Polícia Ambiental percorre o Estado para coibir a pesca

Prisão de um a três anos e multa. Essa é a penalidade para quem for flagrado pescando nesse período no estado pela equipe do Batalhão de Polícia Ambiental, que iniciou nesta terça-feira (23) a Operação Piracema.

Os trabalhos começaram às 7h com o objetivo de coibir a pesca predatória nos rios e lagos no período da Piracema, que começou no dia 1º de novembro e segue até o dia 28 de fevereiro. A meta é proteger os peixes no seu período de desova.

A ação vai até às 18h. De acordo com o comandante do Batalhão de Polícia Militar Ambiental, tenente-coronel Cosme, estão empenhados na ação 42 policiais do batalhão em todas quatro companhias, 14 viaturas e 10 embarcações.

Segundo Cosme, é permitida apenas a pesca com vara, porém, limitada a captura de peixe de até 10 quilos e mais uma espécie.

A Capitania dos Portos e as secretarias de Meio Ambiente de alguns municípios participam da ação.

Entre os rios vistoriados estão o Rio Itapemirim, Reis Magos, lagoas Juara e Jacunem, Rio Santa Maria; Lagoa do Aguiar, Rio Doce e o São Mateus.

Cosme ressalta que neste período de piracema, os pescadores profissionais registrados recebem do governo federal ajuda de custo no valor de um salário mínimo para não pescar. “Porém, muitos insistem nessa prática”, comentou.

 

PEIXARIAS

Além da ação nos rios e lagoas, uma equipe também fará vistoria por terra, visitando as peixarias para coibir a venda de camarão de espécies como rosa, russo e sete barbas, que está em seu período de defeso.

Carregando....

O site do Jornal Dia a Dia ES pode usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Ler mais...

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

%d blogueiros gostam disto: