Para colecionador, a antiguidade é feita de afetos, memórias e saudades

Para colecionador, a antiguidade é feita de afetos, memórias e saudades

O médico Rafael Araújo Guarconi, 35 anos, de Mimoso do Sul, dá um valor especial às suas memórias e afetos da infância.

E a forma de perpetuar as boas lembranças que tem da casa dos avós e da convivência com os tios foi adquirindo algumas peças antigas para compor a decoração de sua casa.

Ele conta que começou a colecionar movido pela nostalgia, mas que não sabe se pode ser considerado um colecionador.

“Eu tenho poucas peças, entre elas bicicletas, uma máquina fotográfica polonesa e uma vitrola Philips, fabricadas entre as décadas de 40 e 70”.

Uma das mais queridas, que tem inclusive manual de instruções original, que é usada todos os dias, e troca os discos de vinil automaticamente, é a vitrola fabricada na década de 50.

“ Todos os meus discos foram presente dos amigos, e variam do sertanejo ao pop rock nacional e rock internacional, além de trilhas de novelas”, esclarece.

Rafael conta que era muito apegado aos avós e que essas peças são uma forma de voltar um pouco ao passado e relembrar os melhores momentos da infância.

“Minha avó tinha um móvel na sala com uma portinhola e a TV ficava dentro dele e só era vista quando essa portinha era aberta. Comprei a vitrola pela internet exatamente por lembrar desse móvel”.

Quanto às bicicletas, Rafael Guarçoni diz que também remetem às brincadeiras de criança e atividades esportivas dos tios.

“Meus tios competiam e eu também andava muito de bicicleta na infância. Então colecionar é um hobby difícil de explicar”.

Rafael conta que em relação às bicicletas, há um envolvimento maior. Ele as compra, entra no processo de restauração, vai em várias lojinhas ou busca na internet as peças que precisa.

A câmera polonesa, da década de 50, ele ganhou do pai. Ela também compõe a decoração da sala. Rafael destaca que não pensa no valor financeiro que essas peças têm porque não pretende vendê-las diante do grande valor afetivo.

Mesmo dizendo que não é colecionador, acalenta o sonho de comprar um geladeira

( frigidaire, para ser bem específico) para colocar num bar temático que pretende construir na parte inferior de sua casa.

“ É nesse local que pretendo concentrar todas as peças. Hoje estou sem espaço e as bicicletas ficam na garagem”.

Enquanto isso não acontece, o médico continua com sua rotina, atendendo aos pacientes do Programa da Estratégia de Saúde da Família em Jerônimo Monteiro.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi