Ônibus urbanos de Cachoeiro. Foto: PMCI

Passagem de ônibus em Cachoeiro sobe para R$ 3,60 no vale-transporte

Passagem de ônibus em Cachoeiro sobe para R$ 3,60 no vale-transporte

A passagem de ônibus de Cachoeiro de Itapemirim vai subir de R$ 3,40 para R$ 3,60 para quem usa vale-transporte ou dinheiro, a partir do próximo dia 2 de janeiro. O aumento de 6% foi aprovado pelo Conselho Municipal de Transporte e Tarifa, e corresponde às tarifas urbana e urbana distrital.

Já o valor da passagem se manterá em R$ 3,20 para quem utiliza o Cartão Cidadão. Quem usa o Cartão Estudante também continuará pagando o mesmo valor dos anos anteriores – R$ 1,60.

A decisão do valor da tarifa foi tomada em reunião realizada nesta sexta-feira (27), após apresentação dos cálculos realizados pela Agersa (Agência Municipal de Regulação dos Serviços Públicos Delegados de Cachoeiro de Itapemirim).

O último aumento no valor da tarifa para os pagantes do Cartão Cidadão e Cartão Escolar foi o autorizado no início de 2018. De lá para cá, o valor tem sido mantido nos mesmos R$ 3,20.

Assim como o Cartão Cidadão e o Cartão Escolar, os distritos de Burarama e São Vicente continuam com a passagem subsidiada, e o valor para o pagante fica em R$ 3,60, valendo a meia tarifa para os estudantes e professores.

Cálculo tarifário

A respeito dos cálculos realizados, o analista econômico da Agersa, Yuri Sabino, explica que o valor final da tarifa é resultante de um novo modelo de cálculo tarifário específico com a instituição de fórmulas paramétricas e melhor adequado à realidade da operação do serviço de transporte coletivo no município.

“A Agersa propôs a criação de uma fórmula que atualiza a tarifa de acordo com índices inflacionários setorizados”, completa Yuri Sabino.

Sobre o reajuste anual, que é obrigatório, de acordo com o contrato do transporte coletivo, o analista econômico da Agersa diz que trata-se não apenas de uma formalidade jurídica e econômica, mas, também, de elemento sinalizador à sociedade que as tarifas praticadas devem respeitar os princípios da modicidade, eficiência e a qualidade do serviço público.

“Assim, a segurança, qualidade, integração a outros modais e, sobretudo, a modicidade tarifária precisam ser observadas do ponto de vista da regulação econômica e de sua racionalidade”, destaca.

Cartão Cidadão

Para utilizar o benefício da passagem no valor de R$ 3,20, o usuário precisa adquirir o Cartão Cidadão. O cartão é de confecção gratuita e o usuário pode recarregar o valor que desejar, inclusive, fazendo o pagamento por meio de cartão de crédito e débito.

Em caso de perda ou roubo, os créditos podem ser bloqueados e recuperados, além do benefício da integração de linhas no intervalo de 60 minutos.

Para confecção do Cartão Cidadão, basta o usuário ir à loja do Consórcio Cachoeiro Integrado (CCI) com documento de identificação. O Cartão Cidadão é feito na hora e sem custos. A loja funciona no 1º piso do Shopping Cachoeiro, localizado na rua 25 de Março, Centro, de segunda a sexta de 9h às 19h, e aos sábados de 9h às 13h.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi