Foto: Pastoral da Comunicação

Perdão a rapaz que roubou e destruiu anjo de meio século da igreja matriz de Alegre

Perdão a rapaz que roubou e destruiu anjo de meio século da igreja matriz de Alegre
Perdão a rapaz que roubou e destruiu anjo de meio século da igreja matriz de Alegre
Alessandro Araujo de Paula

Mesmo triste com a perda de uma peça histórica, o padre Enildo de Souza, de Alegre, buscou inspiração na mensagem de Jesus Cristo para perdoar – e pedir aos fieis que também perdoassem – o rapaz que furtou e destruiu a imagem do santo do presépio, que tinha mais de 50 anos.

“Peço a todos que rezem por ele. Vamos perdoar. Jesus nos ensinou a amar. Não vamos guardar raiva e nem ódio no coração”, disse em seu perfil no Facebook, o líder religioso da Paróquia Nossa Senhora da Penha, no centro de Alegre.

O padre elogiou também o trabalho da Polícia Militar e da Polícia Civil, que se empenharam em localizar o autor do furto.

O furto ocorreu no domingo, às 17h10. O rapaz furtou a imagem para comprar droga. A ação foi registrada pelo circuito interno da igreja. O sumiço da imagem causou comoção entre os fieis. A notícia se espalhou e muita gente ficou revoltada. Houve mobilização na cidade.

Com base nas imagens, a polícia identificou o suspeito. No entanto, para a tristeza dos fieis, os fragmentos foram recolhidos pelo caminhão de lixo e levados para o aterro sanitário.

“O rapaz é usuário de crack e furtou o santo, pois a imagem funcionava como um cofre. As pessoas jogavam as moedas dentro dela”, explicou o delegado de Alegre, Ricarte Teixeira.

Na delegacia, o jovem confessou que faz uso de crack há cinco meses e que saiu de casa para conseguir dinheiro para comprar droga. Ao passar pela igreja, resolveu entrar para beber água.

Ao passar perto do presépio, já na saída, ele percebeu que o anjo tinha um orifício para colocar moedas. Sacudiu e confirmou que havia algo de valor em seu interior. Embrulhou a imagem e fugiu com ela.

Na terça, ao localizar o acusado, a polícia chamou o padre, que foi até a delegacia e pode conversar com o rapaz.

“No primeiro momento veio a tristeza e revolta. Era um símbolo religioso, fazia parte da história. As crianças gostavam de brincar, colocar as moedinhas. Muita gente cresceu com a imagem no presépio”, explicou o religioso.

Padre Enildo explicou que após as primeiras conversas compreendeu a situação do rapaz. “É um ser humano se destruindo. Pude conversar com ele, passar uma mensagem, pois é um jovem e ainda pode mudar sua perspectiva de vida”, ressaltou o pároco.

O religioso adiantou que pretende adquirir nova imagem. Quanto ao acusado, ele foi autuado por furto, com pena que varia de um a quatro anos de prisão e irá responder em liberdade.

Ultimas Notícias
mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi