Nésio Fernandes e Luiz Carlos Reblin durante videoconferência com a imprensa. Foto: YouTube/Sesa

Pico do coronavírus deve ser neste mês, diz secretário

Pico do coronavírus deve ser neste mês, diz secretário

Durante entrevista por videoconferência na tarde desta segunda-feira (11), o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, afirmou que o pico do coronavírus deve ocorrer ainda durante o mês de maio no Espírito Santo. Ele voltou a defender o isolamento social e o uso de máscaras faciais como forma de proteção à Covid-19.

“A partir de previsões epidemiológica, estatística e matemática, esperamos que o mês de maio confirme a suspeita de que o pico seria atingido no mês de maio. Precisamos acompanhar a curva da doença e dos casos confirmados”, afirmou Nésio Fernandes.

O secretário disse que o Espírito Santo já conta com quase 400 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e outros 300 devem ser abertos.

“São quase 400 leitos de UTI e aguardamos a habilitação de outros 210. Mais 109 devem ser habilitados nas próximas horas e uma expansão de quase 300 leitos até o final de junho. Acreditamos que essa quantidade será suficiente para atender os casos graves da doença”, detalhou Nésio Fernandes.

No Espírito Santo, 28 mortes ainda estão sendo investigadas pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) para esclarecer se elas foram causadas pelo coronavírus.

O secretário alertou para o aumento de casos no interior do Estado, o que pode fazer com que cidades que hoje se encontram no risco baixo passem para o moderado e do moderado para alto no Mapa de Gestão de Risco.

“A nossa expectativa é que na próxima semana outros municípios passem a entrar no risco moderado e no risco alto. Isso vai exigir que os atores desses municípios fiquem atentos para se adequar. Os estabelecimentos, por exemplo, precisam fazer entrega a domicílio, vendas por telefone”, alertou Nésio Fernandes.

Inquérito Sorológico

O subsecretário em Vigilância Epidemiológica, Luiz Carlos Reblin, que também participou da entrevista, falou ainda sobre a testagem da população capixaba para o Inquérito Sorológico.

“Vamos verificar por meio desse teste se a pessoa entrou em contato com o coronavírus. As equipes estarão protegidas, com vestimentas adequadas e que serão trocadas a cada visita. O teste que estamos utilizando é um teste apropriado para o Inquérito Sorológico. Servirá para entender por onde a doença já circulou e onde poderá melhorar a circulação de pessoas”, disse Reblin.

O subsecretário ainda fez um alerta: a taxa de transmissão da Covid-19 está acima de 1.

“A taxa de transmissão está acima de 1, o que significa que uma pessoa está contaminando mais de um indivíduo. Enquanto isso acontecer, a doença não vai diminuir. Por isso é preciso seguir as orientações do distanciamento social”, destacou Reblin.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz