Foto: Divulgação/EDP

Pipas deixaram mais de 450 mil residências sem energia em 2020

Pipas deixaram mais de 450 mil residências sem energia em 2020
Foto: Divulgação/EDP

Um levantamento feito pela EDP, distribuidora de energia elétrica do Espírito Santo, alerta para o aumento expressivo de ocorrências relacionadas a pipas na rede elétrica. De janeiro a dezembro de 2020, em toda área de concessão, mais de 450 mil clientes tiveram o fornecimento de energia interrompido por motivo de pipas sendo que, no mesmo período de 2019, esse número foi de cerca de 200 mil.

O número de ocorrências atendidas pela EDP também registrou crescimento, saltando para 1.802 ordens em 2020 ante 971 chamados em 2019.

Na região Sul, mais de 90 mil unidades consumidoras ficaram sem energia devido o contato de pipas com a rede elétrica. Em 2019, o número foi de 42 mil clientes. Os municípios mais impactados foram Cachoeiro de Itapemirim com 42.464 clientes que tiveram o serviço interrompido e Guarapari com 20.026.

O gestor da EDP, Marcio Costalonga, ressalta que a brincadeira de pipa deve ser feita sempre de forma segura. “Sempre trabalhamos para restabelecer o fornecimento de energia o mais rápido possível, mas nossa preocupação maior é com a segurança. O contato das pipas com a rede elétrica pode causar acidentes graves. As pessoas devem buscar espaços abertos, como parques e campos onde não exista o risco de contato com os fios de energia”, destaca.

É importante lembrar ainda que, no contexto de pandemia, o fornecimento de energia elétrica se torna mais essencial, seja para abastecer unidades de saúde, hospitais, mercados e residências, o impacto das interrupções é ainda mais preocupante.

Confira as dicas e brinque com segurança:

  • Alguns materiais utilizados na confecção de pipas são condutores de energia e aumentam o perigo quando estão em contato com a rede elétrica. Rabiola feita de fios metálicos é um exemplo;
  • O uso de cerol é proibido. O cerol é um risco para motociclistas e pedestres e também oferece perigo no contato com a rede de energia. Ao cortar a camada protetora da fiação, a linha interrompe a transferência de corrente elétrica, podendo provocar curto-circuito;
  • Arremessar objetos na rede elétrica para o resgate da pipa pode causar graves acidentes. O “lança-gato” (pedras presas a uma linha) ou qualquer outro item condutor de energia não devem ser lançados sobre a rede;
  • Empinar pipas em locais como lajes e muros deve ser evitado. A proximidade com a rede elétrica aumenta o risco de acidentes;
  • É expressamente proibido invadir as subestações da EDP para recuperar pipas e balões. Esses locais são energizados e somente pessoas autorizadas podem entrar nas estações;
  • Um acidente causado por descarga elétrica pode deixar sequelas como queimaduras e até causar a morte.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz