quinta-feira - 15 de abril de 2021
Jornal Dia a Dia – Notícias do Espirito Santo e do Brasil

População comparece na primeira audiência para revisão do PDM de Cachoeiro

Moradores de Cachoeiro compareceram ao auditório da escola Zilma Coelho Pinto, na segunda-feira (18) para a primeira audiência pública para a revisão do Plano Diretor Municipal (PDM). Outras três audiências públicas serão realizadas.

“Nossa intenção é fazer um PDM para as pessoas. Por isso, a participação da população é fundamental. Estamos dando um pontapé inicial para sermos referência no Espírito Santo”, destacou o prefeito Victor Coelho, que participou da audiência pública.

“O PDM determina o planejamento e o desenvolvimento da cidade, que é um organismo dinâmico, de modo que o plano precisa acompanhar essa dinâmica e, principalmente, representar os anseios dos cidadãos”, enfatizou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Jonei Petri.

Durante o evento, a equipe da consultoria especializada contratada pela prefeitura para reformular o PDM detalhou o processo de revisão do plano. Além das quatro audiências públicas, serão realizadas ainda reuniões setoriais e regionais, além da criação da comissão de acompanhamento e do fórum das comunidades.

A atualização do plano deve ser concluída no fim do primeiro semestre de 2020. O cronograma de trabalho vai ser divulgado em breve.

De acordo com a prefeitura, serão realizadas ainda oficinas públicas com temáticas relacionadas à revisão do PDM.  Também será disponibilizado no site da prefeitura (www.cachoeiro.es.gov.br) o Espaço Plano Diretor, para consultas e envio de sugestões.

 

O PDM

O Plano Diretor Municipal é o instrumento básico que direciona o desenvolvimento e a expansão dos municípios. Ele define normas legais de ocupação do território, tendo impacto direto na instalação de empreendimentos e residências, dentre outros aspectos. A sua atualização deve ser feita a cada dez anos.

O PDM em vigor em Cachoeiro foi estabelecido em 2006, e não contempla a área do município em sua totalidade. Em 2017, algumas normas legais adicionadas ao Plano desde a sua aprovação foram declaradas inconstitucionais.

A prefeitura, então, adotou os procedimentos necessários para que parte dessas normas voltasse a entrar em vigor e não impactasse em questões importantes como a regularização do Conselho Municipal do PDM e a lei da Calçada Cidadã – o que ocorreu em 2018.

Carregando....

O site do Jornal Dia a Dia ES pode usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Ler mais...

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz
%d blogueiros gostam disto: