Foto: Agência Brasil

Prefeitura devolve carne suína da merenda escolar

Prefeitura devolve carne suína da merenda escolar

A Prefeitura de Cachoeiro emitiu nota nesta segunda-feira (05) informando que a carne suína será retirada da merenda escolar.

A decisão foi tomada a partir da identificação de não conformidades em parte dos pacotes de carne suína congelada entregues em maio pela empresa fornecedora. O produto desse lote está dentro da data de validade, assegura a nota.

“Na rede municipal de educação de Cachoeiro, os produtos da alimentação escolar passam por um rigoroso controle de qualidade, que inclui ações contínuas de avaliação e monitoramento das suas condições, para garantir o fornecimento de alimentos saudáveis e seguros aos estudantes’.

No texto, é destacado que foi a partir desse trabalho permanente de inspeção que, na última semana, a Secretaria Municipal de Educação (Seme), por meio da Gerência de Alimentação Escolar, identificou o problema.

A secretaria de Educação tranquiliza pais e responsáveis garantindo que essa carne não foi servida aos estudantes e que ela será substituída pela empresa responsável.

A Seme também ressalta que o ocorrido não terá impacto na oferta de alimentação aos estudantes, que continuarão tendo as necessidades nutricionais supridas.

“Os profissionais responsáveis pela manipulação dos alimentos nas unidades são orientados sobre os protocolos elaborados pelas Portarias Conjuntas Sedu-Sesa nº01 e 02-R e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), visando garantir segurança alimentar aos estudantes”.

 

LEIA A NOTA NA ÍNTEGRA:

 

Na rede municipal de educação de Cachoeiro, os produtos da alimentação escolar passam por um rigoroso controle de qualidade, que inclui ações contínuas de avaliação e monitoramento das suas condições, para garantir o fornecimento de alimentos saudáveis e seguros aos estudantes.

E foi a partir desse trabalho permanente de inspeção que, na última semana, a Secretaria Municipal de Educação (Seme), por meio da Gerência de Alimentação Escolar, identificou não-conformidades em parte dos pacotes de carne suína congelada entregues em maio, pela empresa fornecedora, às unidades de ensino.

Diante do fato, de modo imediato e preventivo, visando à segurança alimentar dos alunos, a Seme determinou a todas as escolas da rede a suspensão do uso do produto constante desse lote, que tem prazo de validade até 2022.

A secretaria tranquiliza pais e responsáveis destacando que a carne em questão não foi consumida pelos estudantes e que já foram iniciados os procedimentos para substituição dos itens por parte da empresa responsável.

A Seme também ressalta que o ocorrido não terá impacto na oferta de alimentação aos estudantes, uma vez que estão sendo observadas, rigorosamente, as suas necessidades nutricionais alimentares.

Cuidados reforçados no preparo da alimentação escolar

No contexto da pandemia, as unidades de ensino da rede municipal de Cachoeiro reforçaram os já rígidos cuidados com o preparo da alimentação escolar, que passam pelo armazenamento, higienização e manipulação dos alimentos servidos aos alunos.

Os profissionais responsáveis pela manipulação dos alimentos nas unidades são orientados sobre os protocolos elaborados pelas Portarias Conjuntas Sedu-Sesa nº01 e 02-R e pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), visando garantir segurança alimentar aos estudantes.

Cuidados durante o recebimento dos alimentos e no ambiente de trabalho e higienização pessoal, do ambiente, dos equipamentos, utensílios e hortifrútis estão entre os temas já abordados nas orientações coordenadas pela equipe de nutricionistas da Seme.

Importância da alimentação escolar

A alimentação escolar visa fornecer aporte energético e nutricional capaz de contribuir para o crescimento, desenvolvimento da aprendizagem, rendimento escolar e a formação de hábitos alimentares saudáveis dos estudantes, por meio de ações de educação alimentar e nutricional e da oferta de refeições que cubram as necessidades nutricionais durante o ano letivo.

O cardápio das unidades de ensino é elaborado por nutricionistas da Gerência de Alimentação Escolar, considerando uma alimentação diversificada, de boa qualidade nutricional e higiênico-sanitária, saborosa, adaptada aos hábitos culturais regionais e com boa aparência, garantindo que no período escolar a criança tenha toda oferta alimentar necessária para atender as necessidades nutricionais. Para os alunos de escolas de período parcial, são oferecidos desjejum (lanche) e refeição. Já os de período integral recebem desjejum, primeira refeição, lanche e segunda refeição.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz