Presidente da OAB pede vara especializada em violência doméstica em Cachoeiro

Presidente da OAB pede vara especializada em violência doméstica em Cachoeiro

É preciso criar urgentemente uma vara especializada em violência doméstica em Cachoeiro. Quem defende a ideia é o presidente da 2ª Subseção-Cachoeiro da Ordem dos Advogados do Brasil, Adílio Domingos dos Santos Neto.

Ele destacou que é importante a mobilização da Justiça, do Ministério Público e de toda a sociedade para que isso aconteça durante sua palestra na Câmara de Cachoeiro sobre a Lei Maria da Penha.

Ele esteve na Casa de Leis cachoeirense como convidado da Ouvidoria da Mulher para falar na programação em  comemoração ao Agosto Lilás.  “Uma vara especializada garantiria a prestação jurisdicional e traria pacificação social”, defendeu.

Destacando não possuir lugar de fala em relação ao tema, o presidente da OAB afirmou que ainda assim poderia trazer algumas informações e relacionar dados atuais sobre a violência contra a mulher.

Segundo ele, apesar de todo o aparato legal que tem se criado no Brasil, a cada 7 horas é registrado um caso de feminicídio e a cada dois segundos uma mulher é agredida no país, sendo que 80% dos agressores são companheiros ou ex-companheiros da vítima.

Além disso, lembrou, com o agravamento da situação decorrente da pandemia, somente de janeiro a junho desse ano, 57 mulheres foram assassinadas no Espírito Santo. “Portanto, apesar dos claros esforços que estão ocorrendo em relação ao tema no país, será que temos algo a comemorar?”, provocou.

Para Santos Neto, todas as medidas para reduzir os índices de violência contra a mulher são de interesse coletivo. “Essa é uma busca de todos nós para chegarmos a uma sociedade mais justa e fraterna. Não há dúvidas de que ser mulher no Brasil é arriscado, e o estado precisa criar políticas públicas voltadas para a questão, porque sabemos da urgente necessidade de erradicarmos a praga que é a violência contra a mulher”, finalizou.

 

Agosto Lilás

O ciclo de debates sobre a violência contra mulher está sendo promovido pela Ouvidoria da Mulher da Câmara de Cachoeiro para comemorar o Agosto Lilás, movimento criado em referência à sanção da Lei Maria da Penha (Lei Federal nº 11.340/ 2006), assinada no dia 7 de agosto e que está completando 15 anos. Segundo o ouvidor da mulher, vereador Alexandre Maitan (DEM), a intenção é divulgar a necessidade de prevenção e de enfrentamento à violência doméstica, que é um problema crônico no Brasil. Veja a programação das próximas sessões:

17/08, 15h00 – Convidada: Dra Kelly Vicente de Freitas, Coordenadora da Comissão da Mulher Advogada. Tema: violência obstétrica.

24/08, 15h00 – Convidada: Dra. Fayda Belo da Costa Gomes, advogada criminalista. Tema: tipos de violência que ocorrem dentro de um ambiente doméstico/familiar.

31/08, 15h00 – Convidada: Márcia Cristina Fonseca Bezerra, Secretária Municipal de Desenvolvimento Social. Tema: Serviços oferecidos pela Secretaria de Desenvolvimento Social, às mulheres vítimas de violência.

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi