Prisões em Cachoeiro por fraudes em testes para obtenção de CNH

Prisões em Cachoeiro por fraudes em testes para obtenção de CNH
Prisões em Cachoeiro por fraudes em testes para obtenção de CNH
Redação Dia a Dia

Quatro mandados de prisão temporária e 22 mandados de busca e apreensão estão sendo cumpridos em Cachoeiro de Itapemirim visando desarticular uma quadrilha acusada de fraudar exames para obtenção de Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A operação denominada Teste Falso é coordenada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco-Sul), órgão ligado ao Ministério Público do Espírito Santo, com o apoio do Núcleo de Inteligência da Assessoria Militar do MPES e de policiais militares do 9º Batalhão de Policia Militar de Cachoeiro.

Desde o início da manhã, as equipes visitaram residências de pessoas envolvidas, além de algumas clínicas.

Segundo o Ministério Público, estariam ocorrendo fraudes na realização de exames toxicológicos, de saúde e psicológicos; fraudes em processos de renovação de CNH e obtenção de primeira habilitação; fraudes em cursos de especialização e reciclagem de motoristas; fraudes em transferência e vistoria de veículos.

O grupo também estaria atuando no esquema de transferência de veículos.

Levantamento do Ministério Público aponta que pessoas agiam como uma espécie de despachante, de funcionários e donos de clínicas credenciadas pelo Detran para o processo de renovação de CNH e de funcionários e donos de laboratórios e postos credenciados para a coleta do material biológico.

O material biológico efetivamente levado à exame não era da pessoa interessada em renovar ou mudar de categoria na CNH e sim de terceiros, cuja análise não resultaria em reprovação pelo consumo de substâncias ilegais.

Além de documentos e mídias apreendidas, os agentes encontraram “dedos de silicone”, feitos para fraudar a presença da pessoa no curso.

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias