Espaço decorado em homenagem ao Setembro Amarelo. Foto: Santa Casa Cachoeiro

Santa Casa Castelo promove ações de prevenção ao suicídio

Santa Casa Castelo promove ações de prevenção ao suicídio
Santa Casa Castelo promove ações de prevenção ao suicídio
Redação Dia a Dia

Dentro da programação do Setembro Amarelo, a Santa Casa de Misericórdia Cachoeiro – Filial Castelo – está promovendo algumas ações durante esse mês sobre prevenção ao suicídio com pacientes em tratamento mental internados na unidade.

O objetivo é ajudar na identificação desses pacientes e quando é hora de procurar ajuda. Além do acompanhamento nos leitos, a psicóloga Gilmara Araujo da Cruz Zoboli explicou que o hospital ganhou decoração especial e os pacientes estão sendo convidados a participar de uma dinâmica de grupo.

A atividade consiste em formar frases como “Você é valioso”, “Não é para chamar atenção, nem falta de Deus e muito menos frescura”, “Viver é a melhor opção sempre” e “Você não está sozinho”.

Outras frases ditas por pacientes em depressão e que familiares e amigos devem ficar atentos é “A vida não faz mais sentido para mim”, “Queria estar morto”, “Eu não aguento mais viver”, etc…

“Os pacientes que estão estabilizados aceitam participar da atividade. Demonstram interesse e curiosidades, pois alguns desconhecem a temática do mês. A equipe, além da orientação, sempre busca fazer um trabalho de forma humanizada, acolhendo, escutando e esclarecendo as dúvidas”, explicou.

Acolhimento

A assistente social da Santa Casa Filial Castelo, Luana Nicoli, informou que os pacientes precisam sentir o acolhimento da equipe e que todas as ações do Setembro Amarelo visam esse aperfeiçoamento.

“Assim podemos trabalhar melhor e com vínculo confiável, pois o paciente entende que estamos nessa guerra juntos e que damos importância aos seus sentimentos”.

A Santa Casa Castelo dispõe de oito leitos para tratamento de saúde mental para pacientes que precisam do serviço. Eles são regulados via Central de Vagas e também de pacientes atendidos no pronto socorro, sendo quatro leitos femininos e quatro masculinos.

A equipe multidisciplinar é composta por médico clínico geral, psiquiatra, psicólogo, assistente social e profissionais de enfermagem.

Ultimas Notícias