Casa que desabou no Morro do Sal, em Vargem Alta. Foto: Tiago Rocha/Da Hora

Sete mortos e 2.290 pessoas fora de casa após temporal

Sete mortos e 2.290 pessoas fora de casa após temporal

Subiu para sete o número de mortos em consequência do temporal que caiu na região Sul do Espírito Santo na sexta-feira (17) e causou destruição em diversos municípios. Ao todo há 2.290 pessoas fora de casa, sendo 2.204 desalojados e 78 desabrigados.

O maior número de desalojados, ou seja, pessoas que estão abrigadas em casas de amigos ou parentes, está em Alfredo Chaves: 1.107.

O governo do Estado decretou estado de calamidade pública em Iconha, Vargem Alta, Alfredo Chaves e Rio Novo do Sul.

O decreto de calamidade é o reconhecimento pelo poder público de situação anormal, provocada por desastres, causando sérios danos à comunidade afetada, inclusive à vida de seus integrantes. Ele permitirá às cidades receberem recursos federais de forma mais rápida.

Quatro mortes foram registradas em Iconha. O corpo de Antenor Sabino, 62 anos, havia saído da igreja na sexta-feira, na localidade de Bom Destino. Vizinhos relataram que ele teria parado para ver a correnteza quando imóveis e o ponto de ônibus desabaram. A vítima foi levado pela força da água e só foi encontrada no sábado (18).

Antenor Sabino tinha 62 anos. Foto: Acervo pessoal

Outro morto em decorrência da tempestade foi Alex Hantequeste Sofiate. Morador de Rio Novo do Sul, ele estava em Bom Destino e foi atingido pela enxurrada.

Alex Hantequeste Sofiate morreu em Bom Destino. Foto: Acervo pessoal

Um terceiro óbito foi registrado na Ilha do Coco. Nesta terça-feira, o corpo de uma mulher foi resgatado no Contorno de Iconha. Os dois continuam sem identificação.

Leia mais: Cartão com até R$ 3 mil e FGTS liberado para vítimas da chuva

Três mortes foram registradas em Alfredo Chaves. Duas delas ocorreram na comunidade de Cachoeirinha, onde Antônia Belarmino e Osvaldo Barbosa foram soterrados após um deslizamento de terra.

Antônia Belarmino e Osvaldo Barbosa morreram soterrados. Foto: Acervo pessoal

Outra vítima foi Alaércio Tavares, soterrado na localidade de Recreio. O corpo dele foi resgatado no sábado (18) por moradores.

Alaércio Tavares morreu na comunidade de Recreio. Foto: Acervo pessoal

Na tarde desta terça-feira, o governador Renato Casagrande anunciou diversas medidas para ajudar os moradores e comerciantes das cidades atingidas a recuperarem os bens e imóveis destruídos. Dentre elas está a volta do cartão Reconstrução e a liberação do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS).

Leia mais: Iconha é devastada por tempestade. Veja os vídeos

Dados divulgados nesta terça-feira (21) no boletim da Defesa Civil do Espírito Santo, alertam que as cidades de Alfredo Chaves e Vargem Alta estão com alto risco hidrológico, ou seja, de ocorrerem novas inundações e enxurradas.

Há ainda alerta de risco moderado de deslizamentos de terra em Alfredo Chaves, Marechal Floriano e Vargem Alta.

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), para quarta-feira (22), a configuração da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS) mantém as condições de instabilidade no Espírito Santo.

A previsão é de pancadas de chuva, podendo ser acompanhadas de rajadas de vento e trovoadas, especialmente a partir da tarde, em todas as regiões. Há risco de temporais em alguns pontos do Estado.

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi