Prédio do PPG em Cachoeiro. Foto: Márcia Leal/PMCI

Síndrome gripal representou 68% do casos atendidos no Paulo Pereira em dezembro

Síndrome gripal representou 68% do casos atendidos no Paulo Pereira em dezembro
Redação Dia a Dia

Dos 6.707 atendimentos realizados no Centro de Saúde Paulo Pereira Gomes (PPG) em dezembro, 4.565 – ou seja, 68% – foram relacionados a síndromes respiratórias e gripais.

Segundo a Secretaria de Saúde, o número mensal foi o mais elevado dos últimos dois anos, superando meses de pico de casos durante a pandemia.

Em relação a novembro, que fechou com 2.182 atendimentos de casos de síndromes respiratórias, o aumento foi de 109%.

Apesar desse aumento da demanda, o secretário de Saúde Alex Wingler diz que o PPG conseguiu prestar o atendimento adequado a todos os pacientes.

Mas adverte que ainda assim, é muito importante que a população continue mantendo os protocolos sanitários para que a situação não saia do controle.

“Importante lembrar, também, que os Pronto Atendimentos são para urgência e emergência. Os usuários com sintomas leves devem procurar uma Unidade Básica de Saúde”, destaca Wingler.

O quantitativo acompanha a alta de casos de gripe verificada em vários locais do Brasil, em sua maior parte, devido à disseminação do vírus Influenza A H2N3.

Já o número de casos confirmados de Covid-19 em Cachoeiro, em dezembro, foi de 133, o mais baixo desde abril de 2020.

Vale destacar que houve aumento do número de testes de Covid-19 realizados em Cachoeiro, entre novembro e dezembro, de 3.035 para 4.328, após cinco meses seguidos de queda na testagem – de acordo com o Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa).

Mesmo com os bons indicadores na pandemia, resultado direto do avanço na vacinação, especialistas alertam para a possibilidade de um novo pico de casos de Covid-19 no Brasil nas próximas semanas, devido à disseminação da variante Ômicron.

Os cuidados contra o vírus da gripe são os mesmos direcionados à Covid-19: uso de máscara em ambientes compartilhados, distanciamento social e higienização das mãos. A vacina contra a gripe, disponível também, ajuda a evitar o surgimento de casos graves e óbitos, sobretudo, na parte da população mais vulnerável, como a dos idosos.

Ultimas Notícias