Trabalho de limpeza em Iconha continua. Foto: PMI

Sul do ES tem mais de 1.600 desabrigados e desalojados

Sul do ES tem mais de 1.600 desabrigados e desalojados

Cidades do Sul do Espírito Santo atingidas pelo temporal de sexta-feira (17) totalizam 1.625 pessoas fora de casa, sendo 1.547 desalojadas e 78 desabrigadas. Os dados foram divulgados pela Defesa Civil estadual na noite desta segunda-feira (20).

As cidades que passam por essa situação são Iconha, Alfredo Chaves, Vargem Alta, Anchieta e Rio Novo do Sul.

O governador Renato Casagrande decretou estado de calamidade pública para Iconha, Alfredo Chaves, Rio Novo do Sul e Vargem Alta. O decreto será publicado no Diário Oficial desta terça-feira (21).

O decreto de calamidade é o reconhecimento pelo poder público de situação anormal, provocada por desastres, causando sérios danos à comunidade afetada, inclusive à vida de seus integrantes. Ele permitirá às cidades receberem recursos federais de forma mais rápida.

O Estado também fornecerá maquinário pesado para a limpeza dos municípios. Além disso, o Departamento de Edificações e de Rodovias do Espírito Santo (DER) deverá trabalhar na reconstrução de pontes que foram destruídas pela tempestade.

Seis pessoas morreram em decorrência da tempestade, sendo três em Alfredo Chaves e três em Iconha.

O prefeito Fernando Videira Lafayette, de Alfredo Chaves, decretou estado de calamidade pública nesta segunda-feira (20). Os trabalhos agora se concentram na limpeza das ruas e no restabelecimento de serviços básicos.

A situação no município é difícil. Estradas vicinais e rodovias estaduais foram atingidas por barreiras. A ponte Feliciano Garcia, que liga o Centro ao bairro Imigrantes, foi arrastada pela correnteza. A tempestade também provocou o transbordamento do Rio Benevente, que alagou ruas e destruiu casas. Segundo a Defesa Civil estadual, 17 pontes na cidade foram danificadas ou destruídas.

Máquina remove lama de rua em Alfredo Chaves. Foto: PMAC

A cidade de Vargem Alta continua sem água e energia elétrica em algumas localidades. Dentre os distritos isolados estão Córrego Alto, São Júlio, Morro do Sal, Córrego do Ouro, São Carlos, Alto Boa Vista, Ipê e Pio Monte. Quinze pontes na cidade foram danificadas ou destruídas pela tempestade.

No domingo (19), cerca de 20 famílias foram resgatadas pelos bombeiros no Morro do Sal em uma passarela feita com uma tora de eucalipto.

Iconha ainda tenta se reerguer após o temporal que devastou a cidade. Nesta segunda-feira, os trabalhos de limpeza seguem firmes. O prefeito João Paganini também decretou estado de calamidade pública.

Previsão do tempo

De acordo com o Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper), a formação de um canal de umidade mantém a instabilidade em todo o Espírito Santo nesta terça-feira (21). Previsão de pancadas de chuva, podendo ser acompanhadas de rajadas de vento e trovoadas, a partir da tarde, em todas as regiões. Há risco de temporais em alguns pontos do Estado.

Ultimas Notícias

Entre para nosso clube de leitores DiaaDiaES.

Cadastre o seu email e acompanhe todo o nosso conteúdo, além de materiais exclusivos a assinantes.

Nos comprometemos a jamais enviar qualquer tipo de spam para sua caixa de entrada.

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz -

grandbetting güvenilir mi