Assassino do pedreiro Paulo Roberto, que seria seu parente, está preso.

Suspeito de matar homem a machadadas em Dores do Rio Preto está preso

Suspeito de matar homem a machadadas em Dores do Rio Preto está preso
Redação Dia a Dia

A Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), por meio da Delegacia de Polícia (DP) de Guaçuí, cumpriu o mandado de prisão preventiva contra um homem de 39 anos, investigado por matar  a machadadas no dia 17 de outubro o pedreiro Paulo Roberto de Freitas, de 43 anos, na zona rural de Dores do Rio Preto.

O suspeito se entregou na DP de Guaçuí nessa quarta-feira (03), onde o mandado de prisão se cumpriu e foi conduzido ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Cachoeiro de Itapemirim, onde permanece à disposição da Justiça.

O motivo do crime seria um desentendimento antigo, quando acusado e vítima, que seriam parentes, ainda moravam no Rio de Janeiro.

O suspeito conta que mudou-se para Dores do Rio Preto para evitar problemas familiares, mas a cidade também foi escolhida pela vítima para fixar residência.

Segundo o delegado de Guaçuí Marcos Nery, o homem preso diz que encontrou Paulo Roberto em um bar e que teria tentado dialogar, mas a vítima fez novas  ameaças, fato que o levou a ir até sua casa, pegar um machado e desferir vários golpes que provocaram a sua morte.

As investigações foram conduzidas pela Delegacia de Polícia (DP) de Dores do Rio Preto, que deu início às diligências.

O Inquérito Policial foi concluído nessa quinta-feira (04) e remetido à Justiça, com indiciamento pelo crime de homicídio qualificado por motivo fútil, por meio cruel e que impossibilitou a defesa da vítima.