sexta-feira - 16 de abril de 2021
Jornal Dia a Dia – Notícias do Espirito Santo e do Brasil
Foto ilustrativa: Pixabay

Você (não) é o que você come…

ARTIGO: Amanda Gomes Ribeiro, nutricionista.

 

Desde os anos 90 ouvimos exaustivamente a frase: “Você é o que você come” se referindo ao impacto da alimentação sobre nossa saúde. No entanto, acho válido questionarmos um pouco esse pensamento sob dois aspectos.

O primeiro diz respeito ao fato que a alimentação não pode ser vista unicamente a partir de uma ótica biológica. Nossas escolhas alimentares dependem de uma série de fatores como a disponibilidade de diferentes tipos de alimentos e de tempo para seu preparo (afinal a cada dia trabalhamos mais e temos mais acesso à comida ultraprocessada em abundância). Além disso, nossa cultura, o acesso à informação, a pressão da mídia e da indústria são alguns dos inúmeros fatores que influenciam o que comemos.

Uma alimentação segura e saudável é direito do ser humano e depende de fatores desde como os alimentos são produzidos (se são transgênicos, orgânicos, mais ou menos industrializados) até como temos acesso a eles, como por exemplo: o preço que pagamos, se o alimento que compramos possui uma rotulagem adequada que nos permite saber exatamente o que estamos comendo, a distância que percorremos para comprar opções mais saudáveis, etc.. Nesse sentido, acredito que somos sim, o que comemos, mas o que comemos significa muito mais do que comida, mas todo um modo de vida que reproduzimos.

Um segundo aspecto é relacionado ao fato que somos sim o que comemos, mas não só. Somos muito mais que isso. Somos nossos sonhos, desejos, valores, trabalho, família, amores. Somos um corpo, mas também uma alma e um espírito. E é por isso que, quando pensamos em emagrecer, ou ter uma vida mais saudável, baixar o colesterol ou a glicemia, temos que ter em mente: porque isso é tão importante para mim? Quero ter saúde e disposição física para correr atrás dos meus sonhos profissionais? Quero ter saúde para aproveitar meus filhos e minha família? Tem a ver com autoestima? Qualidade de vida?

“Mudar” (inclusive a alimentação) pode ter um significado muito mais amplo e profundo do que se imagina. Toda mudança importante e duradoura em nossa vida só acontece de fato se encontrarmos nossa verdadeira motivação, a força propulsora que faz superarmos desafios e obstáculos. E isso não encontramos em carboidratos, proteínas, gorduras ou vitaminas.

Encontramos dentro de nós, naquilo que somos e valorizamos na vida. Por isso você não é (só) o que você come, você é o que pensa, sente e expressa no mundo.

Carregando....

O site do Jornal Dia a Dia ES pode usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Ler mais...

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club - Vippark - winyou.club -

Betexper

-
betsatech.com
- Betgaranti giriş - piabet.biz
%d blogueiros gostam disto: