DiaaDiaES.com.br
Foto ilustrativa: Freepik

Asilos no Estado registram 100 mortes por coronavírus em 7 meses

O Centro de Apoio Cível e Defesa da Cidadania (CACC) do Ministério Público do Espírito Santo (MPES) apontou que ao longo de sete meses as Instituições de Longa Permanência de Idosos (ILPIs) do Estado registraram um total de 100 óbitos e 1.015 diagnósticos do novo coronavírus.

Os dados constam do boletim consolidado pelo CACC até o dia 16 de novembro, com 577 casos de Covid-19 entre os idosos residentes e 438 entre os trabalhadores das ILPIs.

O MPES realizou a primeira verificação das instituições no período de 17 a 24 de abril. Naquela ocasião, foram registrados, além de diversos casos suspeitos, 24 casos confirmados de infecção pelo novo coronavírus, sendo 13 em idosos residentes e 11 entre trabalhadores, além de 6 óbitos. Portanto, em termos percentuais, entre os relatórios de 24 de abril e 16 de novembro, houve acréscimo de 4.438% do total de residentes infectados; de 3.981% de trabalhadores; e de 1.667% de óbitos.

A ampliação do número de unidades que apresentaram casos confirmados foi crescente, partindo de apenas uma instituição, em 24 de abril, para 78 ILPIs, após 7 meses de monitoramento. Considerando as 92 unidades em funcionamento no Estado, 14 (15,3% do total) não registraram, até 16 de novembro, contaminação entre os residentes e funcionários da instituição.

Crescimento

Em relação ao relatório anterior, finalizado em 11 de novembro, o boletim atual indica 8 novos casos de Covid-19 entre os residentes, 10 novos registros de trabalhadores contaminados e um novo óbito, em Ecoporanga.

Os casos recentes de pessoas idosas contaminadas foram verificados em Vila Velha, com 5 novos casos, além de um em Vitória e dois em Ecoporanga. Entre os funcionários das ILPIs, os novos casos foram constatados em Vila Velha (6 casos), Vitória (1), Cachoeiro de Itapemirim (1), Baixo Guandu (1) e Santa Teresa (1).

Festas de fim de ano

Em razão da aproximação das festas de fim de ano, o relatório do CACC traz ainda diversas recomendações para as ILPIs, de modo a garantir o vínculo familiar e social e, ao mesmo tempo, proteger aqueles que fazem parte do grupo de alto risco quanto a um o possível contágio pela Covid-19.

Entre outras recomendações, o MPES orienta ser prudente o controle criterioso de visitas externas e saídas de pessoas idosas das instituições, incluindo familiares e amigos.

O MPES também salienta que os órgãos municipais de saúde e de assistência social, bem como os conselhos de direitos, devem continuar com o apoio necessário durante todo o período da emergência de saúde pública em razão da pandemia, para que não haja descontinuidade ou relaxamento das medidas de controle e de prevenção.

Carregando....

O site do Jornal Dia a Dia ES pode usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Ler mais...

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club
%d blogueiros gostam disto: