DiaaDiaES.com.br
Foto: Márcia Leal

Cachoeirenses lamentam a morte do professor e advogado José Paineiras

A morte do professor, jornalista e advogado, José Paineiras causou comoção entre os cachoeirenses. O Cachoeirense Presente de 2020 morreu na noite do último sábado (280, em Marataízes, após sofrer um infarto.

Nas redes sociais, muitas manifestações de amigos, ex-alunos e admiradores de um dos filhos ilustres de Cachoeiro de Itapemirim. Paineiras era engajado na luta pela Igualdade Racial e reconhecido por seu trabalho como diretor há 28 anos do jornal O Brado, como advogado e como professor.

O velório de José Paineiras será neste domingo (29), a partir das 9h, na Capela do Cemitério Municipal Coronel Borges, e o sepultamento será às 11h no mesmo local.

  • Victor Coelho – Prefeito de Cachoeiro de Itapemirim

2020 está sendo, realmente, um ano cruel para nós cachoeirenses. Tivemos perdas materiais com a enchente de janeiro e perdas financeiras com a pandemia do Coronavírus. 203 cachoeirenses já nos deixaram por conta desse terrível vírus. Mas tivemos outras perdas… Perdemos um pouco nossa alegria quando ficamos sem a Festa de Cachoeiro. Festa que era abrilhantada com a chegada do Cachoeirense Ausente e celebrada no Centro Operário, pelo ilustre professor José Paineiras. José Paineiras nos deixou. Dia triste pra mim, que o tinha como um amigo desde minha infância. Fomos vizinhos a vida toda… cresci vendo “O Brado” sendo impresso. Não foi meu professor, mas aprendi muito com ele. Quase todos os dias o encontrava quando saía de casa para o trabalho. Vou sentir falta disso. Homenageado em vida com o título de Cachoeirense Presente 2020, também tive a honra de homenageá-lo com o nome de uma escola municipal. Cachoeiro perde uma grande liderança, um grande ser humano. Adeus, professor…

  • Câmara de Vereadores de Cachoeiro de Itapemirim

A Câmara Municipal de Cachoeiro lamenta profundamente o falecimento do professor, advogado e jornalista José Paineiras, que, por indicação do presidente Alexon Cipriano e aprovação unânime desta Casa, foi homenageado em junho com o título de Cachoeirense Presente de 2020. Personalidade gravada na história do município, Paineiras destacou-se em suas diversas áreas de atuação, incluindo a luta à frente do movimento negro e no Centro Operário, além de ser pessoa muito querida pela sociedade. A trágica perda de José Paineiras soma-se a tantas outras gravemente sentidas pela sociedade cachoeirense, neste ano tão difícil para nossas famílias, restando-nos apenas o compromisso de honrar o seu legado de generosidade e grande amor a Cachoeiro. À esposa Edith e a todos os familiares, nossos mais sinceros pêsames.

  • 2ª Subseção da OAB/ES

A 2ª Subseção da OAB/ES – por sua Diretoria, Conselho e Comissão de Igualdade Racial – lamenta o falecimento do advogado José Paineiras. Dr. José Paineiras teve larga atuação como advogado, jornalista, professor e Diretor do Centro Operário e de Proteção Mútua do município de Cachoeiro de Itapemirim, sendo um árduo defensor das causas sociais. A Advocacia perde um grande ser humano, que terá seu nome gravado na história de Cachoeiro de Itapemirim.

  • Toninho, presidente do PT em Cachoeiro de Itapemirim

O jornalismo, a Advocacia, o Ensino, o Movimento Negro e a política, em especial a Democracia, perdem um guerreiro. Perdemos um amigo de convivência na luta social, que ajudou a fundar a Famopoci dentre outras ações. José Paineiras atuava como Presidente do Centro Operário e em 2020 recebeu a merecida homenagem de Cachoeirense Presente, cuja homenagem tivemos a honra de participar. Descanse em paz companheiro, e enviamos para a família nossos sentimentos de profundo pesar. José Paineiras Filho, Presente!

  • Célia Ferreira – Jornalista

Estar ao lado de Paineiras era sempre uma alegria. Seu conhecimento e generosidade ficarão sempre em minha memória. Uma grande perda, dessas que machucam o coração da gente…

  • Romulo Felippe – Jornalista e escritor

Eu tinha 13 anos – tão somente – quando o professor e jornalista José Paineiras me levou para a redação do jornal O Brado, na 25 de Março. Ele acreditou em mim: um garoto que entregava jornal (de bicicleta, das 3 às 6h30 da manhã), que depois seguia para a escola matutina e à tarde iniciava os primeiros passos como repórter no semanário. Aprendi muito lá. Foi o começo de tudo, da minha imersão no jornalismo e nas letras. Paineiras tornou-se um mestre e amigo. Tanto que, três décadas depois, ele estava na primeira fila de autógrafos no lançamento do meu livro “Monge Guerreiro” – na icônica Casa dos Braga, na mesma rua 25 de Março – para me dar um abraço e contar para todos, com orgulho, o quanto ele acreditava em mim. Este ano recebeu justíssima homenagem como Cachoeirense Presente Número 1. Defensor dos Pobres e Indefesos, da luta racial, do jornalismo impresso à moda antiga e, entre outros, um professor espetacular. Mas seu coração não aguentou… O mundo está mais pobre a partir de hoje. Que Deus o receba, meu amigo, de braços abertos e paternais. Porque você foi um herói para mim e para todos que o conheceram nesta vida. Obrigado, Mestre José Paineiras. Descanse em paz!

Carregando....

O site do Jornal Dia a Dia ES pode usar cookies para melhorar sua experiência. Você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Ler mais...

mersin escort bayan - escort eskişehir - Meritroyalbet - nakitbahis.club
%d blogueiros gostam disto: