Foto: Divulgação PM

Cachoeiro está, de novo, sem pátio para recolhimento de veículos irregulares

Cachoeiro está, de novo, sem pátio para recolhimento de veículos irregulares
Anete Lacerda

A empresa que venceu a licitação para administrar o pátio de recolhimento de veículos em Cachoeiro, que voltou a funcionar no dia 14 de junho, teve o seu contrato rescindido pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-ES) pelo não cumprimento das cláusulas contratuais.

Questionado sobre o problema, o Detran informou, por nota, que está adotando todas as medidas para apuração dos fatos e tomando todas as providências cabíveis com relação ao descumprimento do contrato por parte da empresa vencedora da licitação.

A nota diz ainda que providências estão sendo tomadas também para restabelecer o serviço de remoção e guarda de veículos em Cachoeiro de Itapemirim e região o mais breve possível.

Ainda não se sabe quando novo processo licitatório será realizado. O Detran termina sua nota dizendo que, em razão da fase de apuração dos fatos, não fornecerá mais informações.


SAIBA MAIS

– O pátio de Cachoeiro recebe veículos irregulares dos municípios de Apiacá, Atílio Vivácqua, Cachoeiro, Castelo, Iconha, Itapemirim, Marataízes, Mimoso do Sul e Muqui;
– O contrato rescindido tinha vigência de um ano, podendo ser prorrogado por até 60 meses;
– O valor máximo do contrato era de R$ 1.800.685,62;
– Os veículos apreendidos estariam assegurados em até R$ 500 mil

Ultimas Notícias
Ultimas Notícias