sáb 13/abril/2024 02:37
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura
Sede do CNJ em Brasília. Foto: Gil Ferreira/CNJ

CNJ prepara plano para retomar quase 4 mil obras paradas no Brasil

redacao
Redação Dia a Dia

Uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em parceria com o Ministério Público e o Poder Executivo, pretende destravar quase 4 mil obras inacabadas em todo o país. Nesta terça-feira (9), o CNJ promoveu reunião com membros do governo para elaborar um plano de ação dentro do Programa Destrava, lançado em fevereiro de 2020, para analisar as pendências que levam à paralisação de projetos.

Além do presidente do CNJ, ministro Luiz Fux, compareceram ao encontro os ministros da Economia, Paulo Guedes; da Controladoria-Geral da União, Wagner Rosário, e da Advocacia-Geral da União, José Levi Mello. Também estiveram presentes os ministros Jorge Oliveira, do Tribunal de Contas da União, e o procurador-geral da República, Augusto Aras.

Na abertura do encontro, Fux apresentou um levantamento segundo o qual há 3.921 obras paradas no Brasil. Com investimentos orçados em R$ 144 bilhões, os empreendimentos consumiram cerca de R$ 10 bilhões até agora.

Entre os principais motivos para os atrasos, somente 6% estão relacionados a pendências com a Justiça, o Ministério Público ou com os Tribunais de Contas. A maior parte dos problemas vem de processos que poderiam ser revisados pelo Poder Executivo, como erros de projeto, problemas técnicos e falências das empresas licitadas. O estudo foi realizado pelo Tribunal de Contas da União e pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil.

Ao discursar no evento, o ministro Paulo Guedes disse apoiar a iniciativa do CNJ, mas fez um alerta sobre a falta de espaço no Orçamento para prosseguir com as obras públicas e a limitação imposta pelo teto federal de gastos.

“Evidentemente, o governo quer tocar tudo que for possível. Vamos destravar. Eu estou sempre junto”, declarou.

Recuperação

Fux ressaltou que a iniciativa do CNJ pretende estimular a economia, principalmente num momento de recuperação da pandemia. “O Programa Destrava visa que possamos retomar as obras paralisadas no Brasil, que vão acarretar em um novo mercado de trabalho, na renovação da economia e no giro do capital na economia”, comentou.

Segundo Fux, os encontros ainda estão em fase inicial. Na primeira etapa do Programa Destrava, o CNJ consultou técnicos do governo para ajudar a entender as causas das paralisações e encontrar formas de retomar as obras paradas. Outras reuniões entre o CNJ e ministros do governo federal, TCU e Ministério Público estão previstas ao longo de 2021.

Fonte: Agência Brasil

IPAJM

Beneficiários do IPAJM aniversariantes de janeiro a abril: recadastramento obrigatório termina no fim deste mês

Casa_cultura_Roberto_Carlos_12_04

Mapa do Turismo Brasileiro: Cachoeiro mantém bom desempenho e cumpre 100% dos requisitos

Carreta_tomba_BR101_12_04_2024

Carreta tomba na BR-101 e uma pessoa fica ferida, em Anchieta

Mutirão_limpeza_Mimoso_Sul_11_04_24

Voluntários peregrinos de 8 cidades arregaçam as mangas para limpar Mimoso do Sul

Carros_apreendidos_Marechal_Floriano_11_04_

Carro usado em roubo a estande de tiros é apreendido pela Polícia Civil

Diocese_Estudo_Bíblico_11_04_24

Mês da Bíblia é destaque no 1º Seminário Regional da Animação Bíblica da Pastoral

Projeto_Tamo_Chegando_Cachoeiro_11_04_24

Dia D do “Tamo Chegando” no Zumbi terá apresentação de Teatro Lambe-Lambe

Fazenda_Santa_Casa_Cachoeiro_11_04_24-

Fazenda da Santa Casa vai plantar 20 mil mudas para alimentar pacientes

Leia mais