sáb 20/abril/2024 04:30
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura
Foto: Governo ES

Decreto reduz a burocracia para produção de vinho artesanal do Estado

redacao
Redação Dia a Dia

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz) incluiu produtores artesanais de vinho no rol de produtores rurais que podem ser classificados como agroindústria artesanal e prorrogou incentivos fiscais para produtos de diversos setores. Os decretos com estas decisões foram publicados no Diário Oficial do Estado da última quarta-feira (23).

O que trata sobre a produção de vinho artesanal (decreto nº 4.786-R, de 22 de dezembro de 2020) reduz a burocracia para estes produtores.

“São incentivos como a dispensa de inscrição na condição de industrial e o diferimento do lançamento e do pagamento do imposto. Um pedido recorrente das associações de produtores e que irá ajudar a desenvolver este segmento”, avaliou o secretário de Estado da Fazenda, Rogelio Pegoretti.

“Essa é uma vitória de todos os produtores de vinho artesanal do Espírito Santo. Este decreto aborda um assunto que é pedido por nós há muito tempo e que, acreditamos, vai incentivar a produção e consumo dos nossos vinhos locais”, afirmou o diretor-presidente da Associação de Produtores de Artesanato e Agroindústria de Santa Teresa (Aproaast), Vinicius Corbellini.

Incentivo

O diretor-presidente da Aproaast destacou ainda que existe um decreto muito parecido na região de Vicenza, na Itália.

“Quando trabalhei lá, vi que tinha esse incentivo para os produtores locais. Acreditamos que isso vai ser muito bom para os produtores de todos os municípios do Estado”, disse Corbellini, que também ressaltou, que existem cerca de 40 municípios produtores de uva no Espírito Santo.

Já o decreto nº 4.785-R, de 22 de dezembro de 2020, prorroga, até 31 de março de 2021, a redução da carga tributária do ICMS incidente sobre medicamentos, produtos agrícolas, doações de mercadorias destinadas a escolas públicas, aquisição de veículos realizada por taxistas e por pessoas portadoras de deficiência física, aquisição de máquinas e equipamentos por setores como agricultura, indústria, hospitalar, entre outros.

“São incentivos autorizados pelo Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) e que movimentam muitos setores da economia capixaba. Certamente a prorrogação desses incentivos vai beneficiar o desenvolvimento econômico e social do Estado”, acrescentou o secretário Rogélio Pegoretti.

premobras_19_04_24

Premobras anuncia 100 vagas de emprego exclusivas para moradores de Mimoso

Usina_Biometano_Governador_19_04_24_

Espírito Santo vai receber primeira Usina de Biometano para uso industrial e residencial

Corrida_de_São_Pedro_19_04_24

Garanta sua vaga na 44ª Corrida de São Pedro

Ricardo_Ferraço_Mutrião_Mimoso_17_04_24

Ricardo Ferraço quer crédito barato e com muito prazo para setor comercial atingido pela enchente

Rei_dos_Petiscos08_19_04.24.jpg.

Rei dos Petiscos enfrenta dificuldade para se reerguer após temporal em Mimoso

Termina hoje as inscrições para estágio em 8 cursos de graduação no Ministério Público

Termina hoje as inscrições para estágio em 8 cursos de graduação no Ministério Público

Fibromialgia_PCDs_18_04

Pacientes com fibromialgia passam a ter os mesmos direitos de pessoas com deficiência (PCDs)

cachoeiro

Cachoeiro de Itapemirim sedia Inova ES e Feira de Cidades Inteligentes

Leia mais