ter 21/maio/2024 19:07
Pesquisar
Close this search box.
Capa
Geral
Cachoeiro
Política
Oportunidade
Saúde
Educação
Economia
Agro
Segurança
Turismo
Esporte
DiaaDiaTV
Publ. Legal
Mundo Pet
Cultura

Empreender na maturidade: vovós são as novas mulheres de negócio

redacao
Redação Dia a Dia

No Espírito Santo, segundo a Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílios Contínua (Pnad-C) referente ao primeiro trimestre de 2022, cerca de 143 mil empreendedores estão acima dos 54 anos.

Isso representa aproximadamente 23% do total estimado de empreendedores. Então as vovós de cabelos brancos e que ficavam dentro de casa fazendo tricô ou crochê para presentear os familiares e passar o tempo, ou mimando os netinhos, são cada vez mais coisa do passado.

Hoje as idosas estão se tornando empreendedoras e aproveitando os talentos e habilidades para ganhar o seu próprio dinheiro após a aposentadoria ou na maturidade. Receitas que faziam para a família se tornaram fonte de renda.

É o caso da Marta Amélia Zandonadi Bissoli, aposentada, avó de três, e proprietária da Dona Martha Delícias, em Venda Nova do Imigrante, região serrana do estado.

Junto com Mariana, a filha caçula, Marta conseguiu colocar em prática o desejo de empreender com a produção de geleias, uma receita de tradição familiar, que ela aprendeu com a mãe.

Ela conta que sempre teve o sonho de empreender em cima dos produtos que a mãe ensinou. “Quando resolvi me aposentar, vi a possibilidade de colocar meu sonho em prática. Foi então, que no ano de 2017 me permiti viver essa paixão pelos potes da felicidade”, conta a empreendedora.

Marta relembra que a mãe gostava muito de plantar e transformar as frutas, e que ela acompanhava tudo bem de perto.

“Na roça, a gente aprendia desde pequena acompanhando a mãe, e sempre tinha alguma experiência que a gente ia adquirindo. Com a minha mãe e avó, eu aprendi a fazer doces”, recorda.

A tradição familiar que antes era consumida nos encontros com amigos, virou renda. Mas o processo não foi tão rápido. Não bastava apenas o produto, que nisso a Marta se garantia. Ela queria algo que passasse a essência dessa receita.

“Ficamos bastante tempo estudando. Não queríamos fazer qualquer coisa, queríamos algo com qualidade, com carinho, com muito amor a tudo que a minha mãe nos ensinou. Foram quase seis meses para desenvolver a logomarca. Trabalhamos pequenos detalhes que mostrassem a história da minha mãe nos nossos produtos”, destaca Marta Amélia.

Todo o investimento de tempo e dedicação ao negócio valeram a pena. Hoje, a Dona Martha Delícias também tem uma loja física, planos de expansão, e clientes criteriosos: os netinhos da vovó: um casal com idade de dois e um ano, e outro que já está no “forninho”. E o mais interessante, eles de certa forma, estão envolvidos no processo.

“Eles vêm à loja, e vivenciam o empreendedorismo. Isso já está sendo embutido na criação deles, e eles vão se lembrar dessa história, desse contato de produção, vão saber explicar sobre os nossos produtos e isso é muito legal. Quero passar para os meus netos esse mesmo legado que passei para os meus filhos”, revela Marta Amélia.

 

Idade não é documento

A empreendedora Marta Amélia, 60 anos, faz parte de um grupo especial de empreendedores, aqueles que estão acima dos 54 anos.

Para Marta, a idade não é um empecilho, e ela ainda dá a dica para quem deseja empreender após aposentar. “A dica é se encaixar em algo que goste de fazer. É preciso estudar, fazer cursos, entender o que se quer, e seguir em frente. Não pode ter medo de arriscar, não podemos deixar morrer essa vontade que temos dentro da gente”, encoraja.

 

Apoio do Sebrae/ES

Antes mesmo de abrir a Dona Martha Delícias, Marta Amélia já realizava diversos cursos no Sebrae/ES. Ela afirma que foi a partir deste apoio que aprendeu a empreender.

Aprendeu como abrir um negócio; como ampliar a empresa e alavancar resultados; como se colocar no mercado; não ter medo de se arriscar nos negócios, mantendo a responsabilidade; entre outros.

O último curso realizado pela empreendedora foi o Sebraetec, mas o que mais marcou a sua trajetória foi o Líder Coach.

“Durante o processo de criação da empresa fui fazendo muitos cursos pelo Sebrae para que pudesse me aperfeiçoar e o que mais me marcou foi o Líder Coach, onde pude me ver na realidade e melhorar os pontos necessários para meu crescimento. Ele foi o divisor de águas, foi o que me impulsionou muito a ter coragem, força, a sonhar e não ter medo, tudo isso com os pés no chão. Sou muito grata ao Sebrae/ES por todo o apoio recebido até hoje”, agradece a empreendedora.

arroz-20-05-2024

Procon notifica supermercados em Cachoeiro para não aumentarem o preço do arroz

sala-do-empreendedor-mei-20-05-2024

Começa a Semana do MEI em Cachoeiro. Veja como participar das capacitações gratuitas

apreensao-bebidas-PRF-20-05-2024

PRF apreende 2,1 mil litros de bebidas sem nota fiscal em Mimoso do Sul

militares-es-rio-grande-do-sul-b-20-05-2024

Governador envia mais militares para reforçar proteção de abrigos no RS

acidente-br-101-20-05-2024 - 1

Duas pessoas morrem na BR 101 no mesmo local em que 5 perderam a vida no mês passado

cruzamento-etelvina-vivacqua-linha-vermelha-nova-brasilia-zumbi-20-05-2024

Trecho da Linha Vermelha interditado por 30 dias para obras de pavimentação

ebrahim-raisi-20-05-2024

Confirmada morte de presidente do Irã após queda de helicóptero

Prefeitura_Cachoeiro

Prefeitura de Cachoeiro publica edital com resultados do concurso público

Leia mais